Alinhamento e balanceamento devem ser feitos sempre juntos?

O alinhamento e o balanceamento são operações distintas, apesar de serem feitos pela mesma oficina. E nem sempre é preciso fazê-los juntos

Por BORIS FELDMAN24/11/18 às 07h30

É muito importante ficar atento e se programar para levar o carro para realizar o alinhamento e balanceamento. Mas, será que ambos devem ser feitos sempre juntos?

[TRANSCRIÇÃO]

Existem por aí centenas, milhares dessas oficinas especializadas em alinhamento e balanceamento. O que vem a ser isso? O alinhamento é da suspensão, para que as rodas fiquem exatamente dentro dos ângulos determinados pelo fabricante. E, quanto pior a rua ou a estrada, tanto mais fácil da suspensão se desalinhar. Já o balanceamento é para que o peso da roda fique igualmente distribuído, em toda a sua circunferência, evitando a vibração que vai se refletir no volante do automóvel.

E aí vem o questionamento: Se o carro é levado para o alinhamento, as rodas também devem necessariamente ser balanceadas? E a resposta é negativa. Embora oficina seja de alinhamento e balanceamento, são duas operações independentes. Alinhamento deve ser feito periodicamente, já o balanceamento só mesmo diante de uma manifestação do volante ou de todo o carro trepidando.

Alinhamento e balanceamento

Balanceamento das rodas – Foto Shutterstock

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário