Bolha perigosa: pneus são sensíveis a impactos

A bolha significa perigo a vista, pois pode provocar o estouro do pneu, com riscos de acidente. A bolha significa que houve um rompimento na estrutura interna metálica do pneu.

Por BORIS FELDMAN10/05/18 às 17h06

De repente, sem mais nem porquê, aparece uma bolha na banda lateral de um dos pneus. Você nem imagina o que pode ter provocado o problema, mas a bolha significa que houve um rompimento na estrutura interna metálica do pneu. Você não vê a estrutura rompida, mas apenas uma de suas consequências. A bolha significa perigo a vista, pois pode provocar o estouro do pneu, com riscos de acidente.

Ok, a foto está exagerada, mas se uma bolha aparecer no pneu, fique esperto

Bolha não surge do nada e a hipótese de ter sido uma falha na manufatura do pneu é remota. O carro provavelmente passou por um buraco, uma dessas crateras asfálticas que a estrutura do pneu não suporta e se rompe. A solução não é o remendo: lamentavelmente o pneu pode até estar novinho, mas tem que ser substituído.

Outro alerta: se o carro passou por uma dessas crateras e os pneus foram atingidos, é importante procurar a bolha. Ela pode não estar visível pois não está na banda externa, mas na interna. Se as duas rodas passaram pelo buraco e apenas o pneu de uma delas apareceu com a bolha, vale a pena conferir a parte interna do pneu da outra roda.

O pneu pode também ter sua estrutura rompida ao se estacionar o carro numa descida forte (numa ladeira) e o motorista, por uma questão de segurança, decidir virar e encostar a roda contra o meio-fio. Se a idéia é de evitar que o carro desça sozinho morro abaixo, está certa. Mas está errado encostar o pneu no meio-fio. Basta, em termos de segurança, virar o volante e deixar a roda apontada, tomando-se também o cuidado de girar o volante até sentir que ele foi travado. Encostar o pneu pode danificá-lo, caso o motorista não seja cuidadoso.

Além da roda virada, vale a pena também engrenar o câmbio (primeira ou ré) e acionar o freio de estacionamento. Principalmente se for uma ladeira muito íngreme.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário