Carro flex: por quê abastecer com gasolina ao viajar?

O carro flex foi feito para receber o etanol, gasolina ou qualquer mistura; é mentira dizer que o motor protesta ao receber a gasolina após o uso do etanol

Por Boris Feldman31/12/18 às 10h00

Ao pegar a estrada, sempre é bom saber qual combustível é melhor para abastecer o veículo. No carro flex, compensa colocar gasolina para aumentar a autonomia.

[TRANSCRIÇÃO]

Por que se recomenda abastecer com gasolina o carro flex no momento de uma viagem pela estrada? Simples: a gasolina confere uma autonomia maior ao automóvel, já que seu consumo chega a ser 30% inferior ao do etanol.

Isso significa número menor de paradas na estrada para abastecer e risco menor de parar num posto desconhecido e abastecer com combustível adulterado. Às vezes, esses 30% de autonomia já são suficientes pra nem ter que parar para abastecer.

Mas aí vem uma dúvida do motorista: eu sempre abasteci com etanol, vou agora passar para gasolina? Pode passar sem susto, não procedem esses boatos que dizem que, se você sempre abastecer com etanol, o motor não vai receber bem a gasolina ou vice-versa. Pura conversa pra boi dormir! O carro flex foi projetado para receber qualquer combustível: gasolina, álcool ou qualquer mistura dos dois.

Carro flex
(Fabiano Azevedo/AutoPapo)
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Antonio Donizeti Martins 31 de dezembro de 2018

    Tudo bem, a gasolina pode aumentar a autonomia em até 30 %, mas o etanol dá mais potência (alguns cavalos a mais) ao motor. Além do mais ele muitas vezes está com preço abaixo dos 70% da gasolina; você decide.

  • Avatar
    Walter 31 de dezembro de 2018

    Não meu amigo, engano seu, tem q se tomar um certo cuidado na mudança do tipo de combustível abastecido, sempre que for feita a mudança álcool / gasolina ou vice e versa e necessário rodar um pouco com o veículo, para que o sistema do carro faça o reconhecimento do combustível, algo muito torno de 10 km mais ou menos, dessa forma forma vai evitar falhas na partida e mal funcionamento do veículo em baixa rotações….Um abraço! !

Avatar
Deixe um comentário