Carro usado: na loja ou com o proprietário?

Na hora de comprar um carro usado você prefere ir a uma loja de seminovos ou negociar direto com o proprietário?

Por BORIS FELDMAN05/06/18 às 19h30

Quando decidimos comprar um carro usado há duas alternativas: direto com o  proprietário ou em alguma concessionária de usados. Mas, entre os prós e contras, é bom ficar esperto para não se arrepender depois da compra feita.

[TRANSCRIÇÃO]

Você está interessado em adquirir um automóvel usado e está com duas opções: a primeira numa loja independente ou de uma concessionária; a segunda possibilidade é comprar direto do proprietário do carro que vende um modelo semelhante por um preço um pouco inferior. Qual a melhor opção? O dono do carro o vende mais barato porque ele não tem custos administrativos, comissões, nem impostos. Mas, só vale a pena se você conhece o dono e o carro, pois ao se comprar um automóvel de uma pessoa física, não se caracteriza a relação de consumo, que é protegida pelo Código de Defesa do Consumidor. Ou seja, no caso de algum problema é bem mais difícil o comprador fazer valer seus direitos, ao contrário da compra de uma pessoa jurídica, de uma loja, que de acordo com o Código, tem que se responsabilizar por seu histórico, por sua boa procedência e ainda dar uma garantia de pelo menos três meses.

comprar um carro usado

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário