Deixe essas manias de lado

Por BORIS FELDMAN31/10/16 às 19h02

Você se lembra de ligar o ar condicionado do automóvel mesmo nos dias mais frios? Não só não se lembra como nem imagina qual a necessidade disso, pois tem certeza de que ele só deve ser ligado nos dias mais quentes…

Então saiba que o aparelho de ar condicionado reage do mesmo jeito que o próprio automóvel quando fica inativo por muito tempo. Por três ou quatro meses do inverno quando as temperaturas abaixam. Alguns de seus componentes podem se deteriorar por falta de funcionamento. As mangueiras, por exemplo, podem se ressecar e trincar. Válvulas que regulam a pressão do sistema podem emperrar. O próprio compressor, o “coração” do aparelho, fica sem receber lubrificação quando está inativo e pode ter problemas quando for ligado daí a alguns meses.

A dica então é ligá-lo durante uns três a cinco minutos cada quinze dias. Esta é a recomendação que se faz para evitar problemas quando os dias mais quentes voltarem.

Outra dica interessante é para não abreviar desnecessariamente a vida útil do motor ao desligá-lo à noite e acioná-lo novamente na manhã seguinte. Corre por aí uma recomendação falsa de que se deve dar uma acelerada no motor antes de desligá-lo. Uma operação condenada pois o combustível que sobra desta “acelerada” noturna escorre pelos cilindros e passa a noite contaminando o óleo do cárter lá embaixo.

Outro costume prejudicial é, ao ligar o motor de manhã, pisar direto no acelerador assim que ele “pega”. O correto é deixá-lo por 20 a 40 segundos funcionando em marcha lenta. Por quê? Pois esse é um dos momentos mais críticos e de maior desgaste do motor, pois o óleo que lubrifica as partes móveis escorreu todo durante a noite para o cárter. E o motor funciona então com deficiência de lubrificação durante os primeiros segundos, até o óleo vir lá de baixo. O atrito entre estas partes sem a presença do filme de óleo entre elas provoca um enorme desgaste. Por isso não se recomenda ligar o carro de manhã e sair imediatamente. Nem pisar no acelerador quando ele pega.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário