Foi milagre?

Por BORIS FELDMAN19/12/16 às 13h49
(Kia/Divulgação)

Um Palio sai da pista, capota várias vezes. Passageiros escapam ilesos.

Foi “milagre”, segundo a imprensa.

Gol derrapa e bate num barranco. Carro fica semi-destruído mas ninguém tem ferimento grave.

Foi “milagre”, segundo a imprensa.

Caminhão com 39 toneladas de aço perde o freio e massacra 23 automóveis.

Ninguém morre, nenhum ferido grave. “Milagre no asfalto” é a manchete do jornal.

A qual santo atribuir tantos “milagres”? Ninguém sabe.

Os “santos”?

Ninguém nem imagina que milhares de engenheiros dedicaram milhões de horas para projetar carrocerias que se deformam (sanfonam) atrás e na frente mas deixam o habitáculo de passageiros super reforçado.

No passado, um Buickão de duas toneladas dava uma batidinha de frente e o volante esmagava o peito do motorista! Hoje eles são articulados e não avançam na cabine. E vai por aí….

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário