Qual o lugar do pé esquerdo dentro do carro? E da mão direita?

Para evitar desgaste - e por segurança - o ideal é manter o pé esquerdo no assoalho e a mão direita no volante

Por BORIS FELDMAN17/05/18 às 16h00

Parece óbvio, mas muitos motoristas ignoram que lugar do pé esquerdo (quando não está apertando o pedal da embreagem) é no assoalho. Ou no apoio para pé, em alguns carros. Não bastasse a confusão com a posição do pé esquerdo dentro do carro, alguns também não sabem que lugar da mão direita é no volante.

Pé esquerdo apoiado no pedal aumenta o desgaste da embreagem. “Mas eu só apoio de leve, sem apertar” é a justificativa de quem tem esse péssimo hábito. Entretanto, mesmo só encostando “de leve”, o motorista pode não perceber, mas estará inconscientemente acionando o sistema de embreagem, principalmente quando o carro passa por uma ondulação, lombada ou trepida por qualquer motivo. Ele não imagina que qualquer pressão exercida no pedal, por menor que seja, é multiplicada até atingir a embreagem.

Boris explica porque manter o pé esquerdo dentro do carro encostado na embreagem e a mão direita apoiada no câmbio são práticas que causam prejuízo.

Não são poucos os carros levados às concessionárias com a embreagem pifada e o dono sem saber o porquê de ter durado tão pouco. Se a oficina questiona se ele tem o hábito de manter o pé no pedal, ele confirma mas alega que “ela nunca pifou em outros automóveis que já tive”. Só que, antes, talvez o pedal de embreagem fosse mais “duro” por não ser hidráulico. Quanto mais suave, mais provável de pifar se o motorista insiste em deixar o pé onde não deve…

Mão direita apoiada na manopla da alavanca de mudança é fenômeno similar e que também não se recomenda. Mãos direita e esquerda devem sempre estar ao volante. O motorista conta a mesma história do pé esquerdo: “Eu só estou apoio de leve a mão na alavanca, sem nenhuma pressão”. Mas inconscientemente, acaba acionando ligeiramente o sistema de trambuladores da caixa, provocando desgaste.

Boris explica porque manter o pé esquerdo dentro do carro encostado na embreagem e a mão direita apoiada no câmbio são práticas que causam prejuízo.

Além do mais, as duas mãos devem estar sempre ao volante até por uma questão de segurança. Ninguém está livre de, eventualmente, ter que reagir a uma situação de emergência e virar rapidamente o volante para desviar de algum obstáculo inesperado. Neste momento, é complicado só ter a mão esquerda para acioná-lo.

Reforçando… Lugar do pé esquerdo dentro do carro é no assoalho. E a mão direita deve ser mantida no volante!

Fotos iStock | Reprodução

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário