Simulador na autoescola: foi uma novela até aqui

O dispositivo ajuda o aluno a se preparar para situações perigosas na estrada, evitando acidentes

Por Boris Feldman26/05/18 às 19h30

O motorista brasileiro dirige mal. Primeiro, por não ter sido devidamente educado para se comportar adequadamente no trânsito. Segundo, pelas deficiências das autoescolas que oferecem cursos para os candidatos à carteira de habilitação. E daí a importância do simulador na autoescola.

simulador na autoescola
(Divulgação)

Qualquer esforço no sentido de tornar o brasileiro um motorista mais consciente e melhor preparado tem que ser aplaudido de pé. Recentemente, ninguém menos do que o presidente da associação das autoescolas de São Paulo declarou que nestes cursos, “os alunos fazem de conta que aprendem, os professores fazem de conta que ensinam”.

Além das deficiências do aprendizado, ainda existem as irregularidades. Outro dia, várias destas escolas foram flagradas simulando a presença de alunos para cumprir o horário mínimo estabelecido pelo Detran.

Não é a toa que o Brasil detém o triste troféu de estar entre os países com número recorde de vitimas em acidentes rodoviários. E as estatísticas confirmam que os defeitos mecânicos nos veículos participam em quantidade mínima nestes registros: ou é culpa do governo que não tomou conta da rodovia ou do motorista que errou ao volante.

A novela dos simuladores na autoescola começou em 2013, e nesse tempo eles foram e deixaram de ser obrigatórios diversas vezes. No último capítulo foi estabelecido que, a partir de janeiro de 2017, as autoescolas se tornaram obrigadas a incluir no curso cinco aulas no simulador, consideradas essenciais para que o aluno tenha noção de como se safar de situações adversas ao volante.

Aula teórica nenhuma tem como explicar ao aluno seu comportamento no asfalto molhado, por exemplo. Colocá-lo ao volante de um automóvel real deslizando na estrada é impossível. Ao contrário do simulador que pode estabelecer na tela uma situação complexa de trânsito e treinar o “motorista” a se safar com segurança.

O simulador na autoescola tem a vantagem de preparar com muito mais eficiência o cidadão candidato à motorista e, quem sabe, reduzir esta verdadeira carnificina rodoviária brasileira.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
24 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Antonio Lucas 28 de agosto de 2019

    É com pesar que vejo tantos comentários desnecessários sobre o simulador de direção… Na verdade falta empenho de todos os profissionais envolvidos, a começar pelo próprio órgão que fiscaliza as aulas, sejam elas teóricas ou práticas. Que a educação para o trânsito no Brasil é péssima ou nula, todos sabemos e, certamente, enquanto o dinheiro estiver fluindo para os bolsos de alguns, candidatos a motoristas a cada dia serão mais especulados com facilidades para serem aprovados em exames práticos e dificuldades para o aprendizado. A falta de interesse em ensinar faz com que esse mercado cresça cada vez mais, em detrimento da qualidade do ensino, assim como ocorre em todas as classes de aprendizado. Então não adianta colocar ou retirar simuladores, enquanto não houver profissionais empenhados e comprometidos com o ensino e um órgão competente em fiscalizar, essa doença que se chama trânsito irá matar cada vez mais pois assim como cresce a frota de veículos, cresce também o número de vítimas dessa doença.

  • Avatar
    Cláudio José da Silva 2 de abril de 2019

    Tá certo vou fazer um armário para você só que primeiro vou fazer um simulado para que você veja como é o armário depois quando puder vou fazer o armário tudo bem?

  • Avatar
    Arilson 18 de março de 2019

    Na minha opnião acho desnessesário o uso de simuladores, a onde eu moro estão cobrando 400 só pra fazer a aula do simulador.

  • Avatar
    elisandra 17 de fevereiro de 2019

    As autoescola que se empenha em dar aula, ensina o aluno no simulador e vão para o carro com noção de direção, não tem que julgar todas pela irreguralidades de algumas, para que a câmera na frente do simulador se não há fiscalização???
    O Detran exige muito e faz pouco, deveria extinguir as Aulas noturnas, estas sim não agregam nada para aprendizado, no hr de verão por exemplo 18 horas está sol e escurece por volta de 20:30, até aí já se passaram 3 horários de aula noturna e aiiii??? aula noturno no sol??? O queridíssimo deputado que implantou isso é um gênio, deveria ser obrigatório aulas na chuva, na fumaça, cerração e etc, não acham? Para que os alunos possam aprender todos os as funções do veículo.
    Povo sem noção, temos que cocientizar mais a cabeça dos candidatos a habilitação desde a pré escola como é apresentado na legislação até o ensino superior, isso nossos governantes não vê, isso precisam ver, e exigir a educação para o trânsito, para que desde de crianças se educam e cresçam com o pensamento certo.

  • Avatar
    Aline 13 de fevereiro de 2019

    “o presidente da associação das autoescolas de São Paulo declarou que nestes cursos, “os alunos fazem de conta que aprendem, os professores fazem de conta que ensinam”
    Essa fala desse presidente, e a cara do SIMULADOR, os alunos tentam entender, o instrutores geralmente não estão ao lado dos alunos porque tomam conta de várias máquinas ou estão fazendo outras coisas como batendo papo, e máquina fica falando tentando auxiliar, a voz vai pra um lado e os alunos vão pro outro, e a máquina trava e passa os 30 minutos e lá se foi uma aula finginda de simulador, aí fecham o curso e os alunos vão para as práticas sem muito rendimento do que praticado no simulador.

  • Avatar
    Euclides de Magalhães Carvalho Filho 11 de fevereiro de 2019

    As auto escolas compraram simulador em 1977/1978 então esta novela não é nova,a lei caiu simulador foi encostado aqui ali ate que nos desfizemos deles jogamos simulador fora :

  • Avatar
    Gerson 11 de fevereiro de 2019

    Boa tarde …não é de hoje que os simuladores estão sendo utilizados para promover o conhecimento teórico e prático em diversas áreas de atuação. Desde simuladores de voos e direção automobilística aos pacientes virtuais em aulas de medicina, a simulação no ambiente educacional se tornou uma importante ferramenta para promover a interação e a experimentação em diversos cenários possíveis, de uma forma didática que não apresentasse riscos reais.Por esse motivo eu apoio o uso de simuladores.claro que o assunto deve ser discutido considerando o cenário geral e não apenas uma única classe interessada

  • Avatar
    Luciana 11 de fevereiro de 2019

    Já são três anos desde que voltou a obrigatoriedade do uso do simulador em Jan/2016, devemos levar em consideração todo o investimento realizado pelos CFC`s, fabricantes, fornecedores, alunos e parceiros, investimento não só financeiro, mas investimento de tempo, conscientização para o uso da nova ferramenta, etc. O uso da tecnologia é uma tendência, aqui mesmo no Brasil muitas áreas já utilizam esse recurso tecnológico para treinamentos, como por exemplo.: a aviação, medicina, formula 1, indústria automobilística, enfim, será que todas esses outros mercados estão errados ?
    Precisamos gastar nossas energias para melhorar a ferramenta, formar grupo de trabalho que envolva os órgãos regulamentadores, CFC´s, fabricantes, desenvolvedores, consumidores, etc. O assunto deve ser discutido considerando o cenário geral e não apenas uma única classe interessada.

  • Avatar
    Marcelo Instrutor 9 de fevereiro de 2019

    Boa tarde sou instrutor de auto escola, e todos os meus alunos saem sabendo muita coisa do simulador, agora eu dou aula levo a serio esta ferramenta, tenho amigos que nem ficam perto do aluno abrem a aula e saem de perto, como eles iram aprender se nao tem nenhuma instrução.
    Simulador e muito bom em auto escola sim mas o instrutor tem q esta presente durante a aula para orientar o aluno, Marcelo Instrutor.

    • Avatar
      Gisele 15 de fevereiro de 2019

      Exatamente como eu.. Dou aula desde 2015 no simulador e os meus alunos saem de lá com total noção de direção. Simulador é pra orientar… ajudar a ter controle. Não adianta colocar o aluno la e deixar ele se virar sozinho. Por isso as pessoas tem uma má impressão dele…

    • Avatar
      MANOEL SEBASTIAO DE MEDEIROS 20 de fevereiro de 2019

      parabéns considero você~e pelo grande profisional

    • Avatar
      ecyelma 6 de junho de 2019

      Estou passando por isso atualmente nas aulas de simulador,na minha 1 aula tinha uma instrutora ótima, porem,depois disso fiquei jogada,teve 2 aulas que foi a recepcionista que colheu minha digital depois saiu e eu fiquei la sosinha,no outro dia o instrutor veio falar que minha aula de marcha tinha sido toda errada,eu falei que era porque tava sozinha e ele falou voce tem as instruções que passam no visor você que não entendeu,jogou a culpa em me. Me sentir muito mal.Nao aprendir nada,espero que nas aulas práticas meu instrutor seja diferente.

  • Avatar
    Rodrigo instrutor 9 de fevereiro de 2019

    Eu sou instrutor, e notei uma diminuição no número de aprovação com simulador, o aluno poderia fazer 25 aulas no carro mas só fazem 20 porque 5 são Desperdiçadas com simulador,
    Esse troço não tem nada a ver com dirigir!

  • Avatar
    Alisson Brendow 19 de janeiro de 2019

    O simulador é obrigatório ou não pra fazer? Velho seria bom se não fosse cara, isso serve só pra dar um auxílio pra quem tá aprendendo ainda mas quem já sabe dirigir eu acho que não necessitava velho, por que nem todos tem a condição de pagar 250, reais em um simulador, espero que vcs repensem essa ideia aiii, muito obrigado pela atenção!

  • Avatar
    Brayan Costa 22 de dezembro de 2018

    Eu acho um absurdo as auto escolas do Brasil tá mais para uma máfia ao todo vou pagar mais de 2 mil para tirar minha habilitação 300 reais só para esse “vídeo game”, já dirijo a 5 anos sem habilitação já sei andar de carro e moto, nunca recebi uma multa ou bati no carro de alguém, estava esse tempo todo andando sem habilitação por causa desse preços abusivos mais descidi tirar minha habilitação e as vezes comparo com os EUA que o valor é mais ou menos 60 dollares para tirar a habilitação .

  • Avatar
    Walex gomes 10 de outubro de 2018

    Eu acho muito ladroagem vc tem paga 350.00 pra joga em videio game .Isso pra ganha dinheiro. Brasileiro . Por que sao as aulas pratica que faiz vc aprede verdade ela vc aprede dirigir no trasinto . Cade que eles dão colhe de cha na prova e so se lasca e gasta mais dinheiro

  • Avatar
    Marcela 15 de setembro de 2018

    Sou contra o uso do Simulador de direção veicular, é só mais um jeito dos fabricantes de simulador e dos que vendem as aulas ganharem dinheiro com isso.
    Enquanto a aula prática de 50 min. custa em média R$ 50,00 reais. A aula de 30 min. num simulador custa uns R$ 70,00 reais.
    O problema do aprendizado para conduzir veículos não está sendo resolvido nem um pouco com o uso de simuladores de direção, pelo contrário, se essa carga horária do simulador fosse na prática com o instrutor como o restante das aulas, como era antes, ajudaria mais o aluno a adquirir experiência.
    Para melhorar nosso trânsito, evitar acidentes, não há dúvidas de que a solução é ter condutores melhores e mais conscientes (já que mais de 90% dos acidentes são causados por falha humana).
    Mas, pra resolver, precisa de várias coisas:
    Precisa que as crianças tenham aula de trânsito desde a pré escola como está na legislação. Porém, o que vemos na prática é a realização de algum projeto na semana nacional do trânsito e pronto. Todas as pessoas são pedestres antes de completarem seus 18 anos, e alguns até são ciclistas, a maioria dos pedestres e ciclistas, só vão aprender sobre seus direitos e deveres na autoescola, porque querem se tornar condutoras de veículos. Mas e antes disso?
    Precisa que as clínicas credenciadas pelo DETRAN, autoescolas e servidores públicos cumpram seus papéis de prestadoras de serviço com capacidade, eficiência, comprometimento com um trânsito seguro. (E para isso acontecer é necessário que diminua a burocracia e aumente a fiscalização)
    Precisa que os candidatos tenham consciência da importância de conhecer as leis de trânsito, conhecer os perigos a que se está exposto, as maneiras de se evitar, e de defender numa situação inevitável. Precisa que saibam que não é porque tiraram a carteira mês passado que já podem pegar uma rodovia movimentada sem uma pessoa experiente junto. Depois que tirei a carteira mesmo, minha mãe não me deixava conduzir numa rodovia movimentada considerada perigosa sozinha, eu estava com 18 anos, aprendi tudo numa autoescola excelente, fiz o processo todo para adquirir a PPD em 3 meses, então é pouco tempo para adquirir a experiência necessária para algumas coisas.
    Também, se melhorasse a infraestrutura das rodovias, tipo duplicar mais as pistas, aumentasse a sinalização, também ajudaria bastante.
    E por fim, as palavras chaves são EDUCAÇÃO E CONSCIÊNCIA.

    • Avatar
      Gilberto 9 de fevereiro de 2019

      Marcela. Quer dizer que os pilotos de avião não deveriam fazer o treinamento em simuladores? Os médicos que operam com robótica e laparoscopia também não devem treinar com simuladores? Os operadores de metrô e controladores não devem também? Assim como de helicópteros e máquinas agrícolas de grande porte ?

      Eu discordo de vc. Por trás dos simuladores estão as oportunidades de simular de forma repetida operações e situações de risco. E isso nada tem a ver com oportunismo financeiro. Obviamente que alguma empresa precisa fabricar e cobrar.

      • Avatar
        JOAO CARLOS DE MELO SANTOS 11 de fevereiro de 2019

        Você tem autoescola? Você entende do processo de habilitação? Estou no ramo a 15 anos, acho que vocês que você não sabe de nada.
        Nós estamos na luta para servir a população da melhor forma, o que é necessário é por pessoas decentes nas repartições que tomam conta do processo de habilitação para ficar mais profissional e menos burocratização.

      • Avatar
        Dorivaldo Castro 18 de março de 2019

        Ladrão, ladrões vocês donos de auto-escola, fabricantes de simuladores e políticos que se dedicam a sangrar a população através de criação de mecanismos e normas inutesi,
        apenas com interesse de extorquir a população.

      • Avatar
        LUCIANO ARAUJO DE SALES 20 de fevereiro de 2019

        DE ACORDO COM PESQUISA COM VÁRIOS ALUNO O SIMULADOR NÃO INFLUIR EM APRENDIZADO ALGUM POR QUE AS PESSOAS NÃO TEM A MESMO SENSAÇÃO DE ESTA NO VOLANTE REAL NÃO A PESQUISA DE ÍNDICE DE ACIDENTE COM ALUNOS PELO CONTRARIO PESSOAS RECÉM HABILITADAS MOSTRAM TER MAIS CAUTELAS AO CONTRARIO DO SÁBIOS QUE QUEREM COLOCAR CULPA NAS AUTOESCOLAS SOBRE O PROBLEMAS DE ACIDENTE NO TRANSITO NÃO FAZEM PROPAGANDAS EDUCATIVAS E NÃO PUNEM OS INFRATORES QUE NA MAIORIA SÃO HABILITADOS A VÁRIOS ANOS COM O TEMPO VEM SE ARRISCANDO ACHANDO QUE PODEM TUDO COM AS IMPUNIDADES E OS ACIDENTES CONTINUAM DO MESMO MODO SO QUEM PAGA SÃO AS PESSOAS O CIDADÃO POR IDEIAS INVALIDAS SEM RACIOCÍNIO NA VERDADE QUEREM ESCAPAR DE GASTOS COM PROPAGANDAS EDUCATIVAS MAS ELES SO ENGANAM QUEM NÃO CONHECE A VERDADEIRA ESTRATEGIA POR DE TRÁS DESSE SIMULADOR E LUCRAR E TIRA SUA RESPONSABILIDADE DOS ACIDENTES SIMULADOR E UMA ESTRATEGIA DE ESCAPAR DA RESPONSABILIDADE DE PROPAGANDAS EDUCATIVAS E A PORCENTAGENS EXIGIDAS POR LEI PARA GASTOS COM COMPROMISSO COM O TRANSITO QUEREM TODOS ANOS RESPONSABILIZAR A AUTOESCOLAS EM ALGUMA COISA MAS NUNCA GASTAM REPETINDO

        NÃO HA ÍNDICE DE ACIDENTE COM ALUNO SIMULADOR É UM MEIO DE MOSTRA PREOCUPAÇÃO E LUCRA EM CIMA DESSE SISTEMA

    • Avatar
      Genilson 13 de fevereiro de 2019

      Sou instrutor e concordo plenamente, não sinto diferença do aluno que passa pelo simulador e o que não passava qdo não existia, todos chegam com dificuldades como se nunca tivesse sentado no banco do motorista…E qto as crianças seria ótimo ter aula de educação no trânsito desde a escola…

      • Avatar
        LUCIANO ARAUJO DE SALES 20 de fevereiro de 2019

        APOIADO SIM

    • Avatar
      Celso 19 de fevereiro de 2019

      Concordo parabéns pela observação

Avatar
Deixe um comentário