Tecnologia custa caro! Também na manutenção

Por BORIS FELDMAN09/05/18 às 19h30

A tecnologia nos carros atuais já é uma realidade, para poucos. E, assim como nos carros antigos, a manutenção veicular é fundamental e sempre pesa no bolso dos proprietários dos automóveis.

[TRANSCRIÇÃO]

Os automóveis modernos vêm cada vez mais carregados de tecnologia e o cliente sabe que tem que pagar por ela quando está comprando o automóvel. Mas, às vezes,  ele não percebe que continua sofrendo com seu custo mais elevado no dia a dia, na manutenção do automóvel. Quer um exemplo bem simples? Muitos automóveis são dotados hoje dos pneus chamados “verdes”, não pela cor, eles são pretos, mas por serem ecológicos ao reduzir o consumo e, portanto, as emissões. Para isso, eles usam um composto de borracha mais sofisticado e aumentam o seu custo também na reposição.

Outro exemplo são os carros que vêm com sistema start-stop, que liga e desliga o motor automaticamente, mas para isso a bateria tem que ser mais reforçada para aguentar o tranco, o que vai também castigar o seu bolso na reposição. E é melhor nem lembrar aqui o custo das baterias dos híbridos, que estão custando perto de 10 mil reais.

A tecnologia nos carros atuais já é uma realidade

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário