Aniversário de um clássico

35 anos do Voyage

Por AutoPapo12/07/16 às 15h55

O nome significa Viagem, na língua de Sartre e Proust, mas quando o sedã brasileiro partia para outros mercados usava outras identidades. Já foi Gacel (gazela, em espanhol) na Argentina, Senda, Amazon e Gol Sedan nos demais países da América do Sul, Central e México. Já nos Estados Unidos e Canadã, quando foi vendido por lá entre 1987 e 1993, era chamado de Fox. Vale lembrar que o atual Fox ainda nem existia.

O sedã chegou as concessionárias VW do Brasil em julho de 1981. Derivado do Gol, o sedã era oferecido inicialmente apenas com carroceria de duas portas. Lançado nas versões S e LS, com opção de motores movidos a álcool ou a gasolina, ambos de 1,5 litro e refrigerados a água. O câmbio era de quatro marchas.

Assim como seu irmão mais velho e menor, o Gol, o Voyage foi projetado e desenvolvido no Brasil e teve mais de 410 mil unidades exportadas para 61 países. Quinto modelo Volkswagen mais vendido do mercado brasileiro, o Voyage registrou 14.102 unidades comercializadas no mercado nacional no acumulado do primeiro semestre de 2016.

Voltando as viagens internacionais do Voyage, quando foi vendido para Estados Unidos e Canadá, contava um então inédito sistema de injeção de combustível. Em relação às versões comercializadas no Brasil, os modelos receberam aproximadamente 2.000 modificações, incluindo suspensão e câmbio de quatro marchas com “overdrive” (longo).

Atualmente, o Voyage é exportado para oito países: Argentina, México, Bolívia, Chile, Colômbia, Peru, Paraguai e Uruguai. Entre os 61 países onde o Voyage já foi comercializado estão Egito, Haiti, Libéria, Bahamas, Angola e Jordânia.

A versão inicial do Voyage passou por inúmeras atualizações ao longo de sua história, marcada também por várias séries especiais, a começar pelo Voyage Plus, de 1983, e o Voyage Los Angeles, caracterizado pela cor azul metálica, que homenageava os Jogos Olímpicos realizados na cidade americana. Sua produção se estendeu até 1996, quando o modelo foi substituído no portfólio da Volkswagen pelo recém-chegado Polo Classic.

Em 2008, com plataforma totalmente nova e desenvolvido simultaneamente com a quinta geração do Gol, o Voyage retornou ao mercado. No início de 2016, o sedã recebeu na linha 2017, entre outras novidades, a evolução de design, um interior novo e a tecnologia Volkswagen App-Connect.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário