Caminhoneiros não estão ligando muito para o caminhão da Tesla

Performance e autonomia de 800 km não empolgaram motoristas ingleses

Por AutoPapo27/11/17 às 10h18

Parece que os absurdos números do caminhão da Tesla não saltaram aos olhos dos seus principais possíveis compradores: os caminhoneiros. Pelo menos na Inglaterra. Em pesquisa realizada pela Road Haulage Association (RHA), associação de transportes por meio de veículos pesados, condutores britânicos afirmaram que a boa performance do “Teslão” não os fará saírem correndo para comprar um.

Em entrevista à Autocar, o porta-voz da RHA, Rod McKenzie, disse que a autonomia de 800 km com carga máxima do caminhão da Tesla é inferior ao rendimento de veículo a diesel. Além disso, é muito mais rápido abastecer o pesado com este combustível. O Semi Truck leva 30 minutos para ser recarregado. “Temos que ver se, na prática, isso será concretizado. Quaisquer atrasos geram custos operacionais”, afirmou McKenzie.

caminhão da tesla
(Tesla/Reprodução)

Ou seja, o impressionante 0 a 100 km/h em apenas cinco segundos não surpreendeu os caminhoneiros britânicos. “Não estamos interessados em performance. Até porque, os caminhões têm sua velocidade limitada a 90 km/h”, comentou Rod McKenzie. Além disso, o porta-voz garantiu que será extremamente difícil fazer com que os caminhoneiros troquem a já comprovada “confiabilidade do diesel” por um “projeto que ainda não passou por testes significativos e que vem de uma companhia que está perdendo dinheiro”.

caminhão da tesla
(Tesla/Reprodução)

Na apresentação do veículo, Elon Musk, chefão da companhia, não se mostrou preocupado. Além de ter destacado performance e autonomia, chamou atenção para alguns recursos de segurança de seu produto. O caminhão da Tesla conta com pacote de tecnologia autônoma, o Autopilot, instalado de série; sistema de frenagem autônoma de emergência; sistema autônomo de manutenção de faixa e aviso de colisão frontal.

A novidade conta ainda com uma cabine com duas telas sensíveis ao toque na qual o assento do motorista fica no centro, com dois bancos para passageiros atrás, em organização triangular. Musk não anunciou os preços do Semi, que deve entrar em produção 2019. As pré-vendas para o pesado e para o esportivo já estão abertas no site da Tesla.

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Andre Pessoa 1 de Maio de 2018

    Quanto medo do elétrico exposto aqui.
    Se quebrar e daí? Saltos maior que a perna são comuns, até de quem compra ações.
    Elétrico comprova eficiência. (E ponto)

    Se demora 30 minutos para carregar, paciência!
    Para o primeiro caminhão elétrico recente está estupendo, e todos estão babando para ter um, ou até mesmo testar.
    O engraçado é que agora, fabricantes de peças diesel agora inventam equipamentos que poluem drasticamente menos, só para continuar penduradas em motores de combustão interna de 100 anos queimando fóssil

  • Carlos 28 de Abril de 2018

    É questão de tempo, e não muito tempo, os veículos à explosão serão substituídos pelos elétricos, incluindo os caminhões de muitas toneladas…

Deixe um comentário