‘Carro do Hitler’, Mercedes 770K Grosser vai a leilão

Conversível era utilizado pelo líder nazista em desfiles e impressionava pela imponência, conforto e desempenho

Por AutoPapo08/01/18 às 18h16

A casa Worldwide Auctioneers irá leiloar no próximo dia 17, em Scottsdale, EUA, um Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer de 1939. Mas o que chama a atenção no modelo é o fato de ele ter sido o carro do Hitler.

Antes de falarmos do carro, é importante deixar claro que, para evitar qualquer acusação de que esteja promovendo a figura do líder do regime nazista ou os seus terríveis atos, a empresa irá destinar 10% do que foi arrecadado com a venda do automóvel  para um fundo de educação sobre o Holocausto.

Carro do Hitler: Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer 1939
Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer 1939 Foto: Worldwide Auctioneers/Divulgação

O Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer foi encomendado por Erich Kempka, motorista de Hitler e oficial da SS. Ele foi utilizado para receber dignatários estrangeiros e para desfiles de Adolf Hitler em grandes comícios promovidos pelos nazistas entre 1939 e 1941.

O carro do Hitler tinha segurança reforçada: chapas blindadas nas laterais e no fundo. O para-brisa era à prova de balas, assim como uma placa que poderia ser erguida atrás dos bancos, caso houvesse necessidade.

O 770K Grosser (“grande”, em tradução do alemão) inaugurou a era dos super-Mercedes. Ele era impulsionado por um gigantesco motor de oito cilindros em linha e 7,7 litros. Equipado com compressor mecânico (K de Kompressor), desenvolvia 230 cv de potência. O câmbio era manual de cinco velocidades. O automóvel era capaz de passar dos 160 km/h.

Carro do Hitler: Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer 1939
Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer 1939 Foto: Worldwide Auctioneers/Divulgação

Extremamente caro, o modelo era construído a mão na planta da marca alemã em Sindelfingen. A suspensão era derivada dos “Flechas de Prata”, os bólidos da Mercedes nas competições dos anos 30, o que garantia ótima dirigibilidade e conforto para os ocupantes. No total, 88 unidades do 770K Grosser foram produzidas até 1943, quando saiu de linha.

Carro do Hitler: Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer 1939
Mercedes-Benz 770K Grosser Open Tourer 1939 Foto: Worldwide Auctioneers/Divulgação

Carro do Hitler

O 770K Grosser que serviria a Adolf Hitler foi entregue pela Mercedes em 29 de julho de 1939. Sua primeira aparição pública foi em 6 de outubro do mesmo ano. Em 18 de junho de 1940, Hitler e o ditador italiano Benito Mussolini o utilizaram em um desfile em Munique.

Ele foi utilizado em pelo menos  outras duas ocasiões pelo líder nazista, uma no mesmo ano e outra em 1941. Há ainda a possibilidade de o 770K ter sido utilizado em uma viagem de Hitler a França.

Em 1943, o carro do Hitler foi enviado para Sindelfingen para manutenção, ano em que a planta foi bombardeada pelos Aliados, que, pós-guerra, capturaram o 770K e o enviaram para um depósito na França. No fim da década de 40, ele foi enviado aos Estados Unidos, onde permanece até hoje.

4 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Manoel JÚNIOR Serafim Coelho Júnior 9 de janeiro de 2018

    Deslumbrante a tecnologia pra
    época!

  • Carlão 9 de janeiro de 2018

    Se eu tivesse grana…eu comprova e tocava fogo.

  • Franco Vieira 9 de janeiro de 2018

    Passa a sensação de ser de muita qualidade, muito sólida.

  • Daniel Rodney Pinheiro Candéa 8 de janeiro de 2018

    Exuberante e lindo!

Deixe um comentário