Citroën DS4 e DS4 Crossback

Uma repaginada cai bem

Por AutoPapo02/04/16 às 18h03

A divisão de luxo da Citroën também entrou no competitivo mercado dos utilitários esportivos. A montadora francesa apresentou no último Salão de Frankurt, em setembro do ano passado, o derivado do DS4 com pegada offroad: o Crossback. A fabricante mostrou também o DS4 reestilizado, que segue o mesmo padrão de design de toda a família da sub-marca premium da PSA. Os modelos já estão à venda no continente europeu e chegarão em breve ao Brasil.

(Citroën/Divulgação)

A repaginada consiste em mudanças mais notáveis na dianteira. A grade, com um desenho estilo colmeia, agora tem contornos cromados e o logo DS fica em evidência ao centro. Além disso, os faróis convergem para ela, dando uma cara mais feroz ao carango premium.

Quanto às distinções entre os dois modelos, o Crossback é três centímetros mais alto que o DS4 hatchback e ele conta com para-lamas pretos e rack de teto. O interior, tanto do hatch quanto do SUV, é luxuoso, com bancos e volante revestidos em couro e kit de infotenimento compatível com o sistema Android e também dotado do Apple CarPlay. Em termos mecânicos os dois têm as mesmas opções de motorização.

Na “gringa”, DS4 e DS4 Crossback podem vir equipados com até seis motores diferentes. Três são movidos a gasolina e turbinados, já os outros três são diesel e não atravessarão o Atlântico. A provável oferta que será feita no mercado brasileiro é a do propulsor turbo THP que gera 165cv de potência e 24,5kgfm de torque que já está por aqui. No entanto, o motor 1.2 turbo com injeção direta da família Pure Tech. O três cilindros entrega 131cv de potência e 23,4kgfm de torque desde as 1.750rpm.

O câmbio a ser oferecido no Brasil provavelmente será o automático de seis velocidades. No exterior a transmissão manual de cinco marchas também é uma opção para os que desejam comprar DS4 ou DS4 Crossback. O DS4 hatch é vendido hoje no país em duas versões e tem preço inicial de R$100.900.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário