Citroën DS5

Mais um membro da tropa de elite

Por AutoPapo02/04/16 às 18h06

Mais um modelo da divisão de elite da Citroën, o DS5 aportou em território brasileiro no início deste ano. O crossover, comercializado em duas versões no país (Be Chic e So Chic), é vendido por a partir de R$ 123.490 e conta com dianteira redesenhada e habitáculo montado para remeter a um cockpit de avião.

(Citroën/Divulgação)

As raízes do DS5 estão fincadas no C-SportLounge, conceito apresentado no Salão de Frankfurt em 2005. Apesar de ter mantido diversas características do modelo conceitual, o premium acabou ganhando uma repaginada para a linha 2016. Na dianteira, grade hexagonal envolta por cromados com o logo DS em destaque (vale lembrar que a Citroën fez da DS uma sub-marca no ano passado). Além disso, faróis de LED e bi-xenon compõem a frente, que ainda conta com entradas de ar laterais. Na traseira o modelo tem saída dupla de escape, ambas integradas ao para-choques. As rodas diamantadas aro 18’’ – de série – ajudam na proposta vanguardista de design do crossover.

Internamente o DS5 segue a proposta de emular uma cabine de avião, com três tetos panorâmicos para que a luz externa adentre o habitáculo e com botões para todos os lados. Temos comandos no console central e também no teto do veículo. O volante vertical tem uma base achatada, que tenta fazer as vezes de um manche. O sistema multimídia do “cockpit de Concorde” tem tela de 7’’ sensível ao toque, navegação integrada, configuração do automóvel, computador de bordo e permite conexão com Mirror Link e Apple CarPlay.

Quanto à motorização nenhuma mudança. O propulsor é o mesmo 1.6 THP que gera 165cv de potência e 24,5kgfm de torque. A transmissão é automática de seis velocidades com modo esportivo e troca sequencial. Com esse trem de força, segundo a fabricante, o DS5 vai de 0 a 100km/h em 8,9 segundos e atinge velocidade máxima de 211km/h.


VEÍCULOS RELACIONADOS

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário