DS3

Nervosinho e salgado

Por AutoPapo02/04/16 às 18h00

É de comum acordo que o DS3 é um hot hatch bem bacana. No entanto, sua lista de equipamentos de série não é tão abastada para um modelo de sua estirpe e o salgado precinho de R$ 82.490 afastam possíveis compradores do invocado compacto, que acabam migrando para veículos de proposta similar (e às vezes menos nervosinhos) como o Mini Cooper ou o Fiat 500 Abarth. Mesmo assim, não podemos negligenciar o pequeno possante da Citroën.

(Citroën/Divulgação)

Importado da França desde 2002, o DS3 passou por um processo de reformulação em 2014 que o deixou com uma cara de quem está com raiva do mundo (no bom sentido). Chamado pela fabricante de “Shark Design”, o novo desenho do hot hatch deu a ele linhas mais modernas e um ar de continuidade, de fluidez. Sem as colunas traseiras, os vidros “invadem” o teto do veículo (as cores são similares e dão essa impressão) e dão uma apimentada no visual do compacto.

Além do “visu” encarnado, não poderia faltar no DS3 um trem de força capaz de empurrá-lo como bom hot hatch que é. O motor 1.6 THP de 165cv e 24,5kgfm de potência casa bem com a transmissão manual de seis marchas (não há opção de câmbio automático no Brasil). Segundo a Citroën, o compacto atinge velocidade máxima de 219km/h e vai de 0 a 100km/h em 7,3 segundos.

ITENS O DS3 é comercializado em uma única versão. De série, o veículo vem com seis airbags, ar-condicionado digital, central multimídia com Bluetooth, CD, mp3 e entrada auxiliar, isofix, faróis de neblina e luzes diurnas em LED – pouco para um carango vendido por mais de R$ 80 mil. Com a adição de opcionais por meio de kits (Pack Conforto e Tecnologia), contudo, o hot hatch pode chegar aos módicos R$ 92.870 com todos os opcionais oferecidos pela montadora.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário