Festival de Velocidade de Goodwood: confira os destaques de 2019

Separamos alguns dos destaques de um dos maiores eventos automobilísticos do mundo, que reúne carros antigos, novos e raros

Por AutoPapo 03/07/19 às 20h15

Todos os anos, carros de todas as épocas e países saem de suas garagens para participar do Festival de Velocidade de Goodwood. Ao lado deles, fabricantes mais consagradas aproveitam revelar novidades e celebrar sua história em West Sussex, na Inglaterra. A edição de 2019 ocorre entre os dias 4 e 7 de julho.

festival de velocidade de goodwood
A conhecida pista cercada de feno é característica do Festival de Velocidade de Goodwood (Goodwood Road and Racing | Divulgação)

Nesses quatro dias, ocorrerão dezenas de atrações na região bucólica e pistas cercadas de feno que é o Circuito de Goodwood. O maior destaque da programação é a competição de subida de montanha, a Hillclimb, que completa 20 anos em 2019.

A pista sinuosa e em ascensão será ocupada em todos os dias do Festival de Goodwood. Serão diferentes categorias, e os espectadores poderão assistir a diversos tipos de veículo fazendo voltas demonstrativas na pista. No dia 7, último do evento, as voltas serão cronometradas na competição oficial do Festival de Velocidade.

Confira, abaixo, alguns dos destaques da edição deste ano:

Mercedes-Benz exibe réplica do primeiro Flecha de Prata

Entre os carros antigos com destaque no evento, estão modelos da Mercedes-Benz Classic. A fabricante está celebrando seus 125 anos de participação no mundo da competição. Entre os veículos que levará para o evento, está uma réplica do que ela considera seu primeiro Silver Arrow, ou Flecha de Prata.

Embora considere-se o início da era dos Silver Arrow em 1934, antes disso, esse modelo foi o primeiro a receber o apelido, cunhado por um radialista durante a cobertura de um evento.

Ele é o SSKL, originalmente fabricado em 1932, que garantiu a vitória da Mercedes no circuito de Avus, na Alemanha. O original já não existe mais, portanto, a recriação dependeu de uma investigação documental por parte dos engenheiros da marca.

A réplica segue todas as especificações do original, com motor 7.0 de seis cilindros com compressor mecânico que desenvolve 300 cavalos de potência. Com ele, o SSKL é capaz de alcançar 235 km/h.

A Mercedes-Benz também vai expor diversos outros modelos de sua história, como o Blitzen Benz, que quebrou o recorde de 200 km/h antes da Primeira Guerra Mundial; os W 125 e W 196 R, que consagraram a participação da marca no automobilismo nas décadas de 1930 e 1950.

Rubens Barrichello se reencontra com o BGP 001 no Festival de Velocidade

brawn gp bgp 001 rubensbarrichello
Rubens Barrichello voltará ao volante do BGP 001 durante o Festival de Goodwood de 2019 (Foto: reprodução da internet)

Outro grande destaque do Festival de Goodwood não envolve, exatamente, os carros antigos – já que 2009 ainda não está tão longe assim. Ele será a participação de Rubens Barrichello, que voltará a pilotar um carro da Brawn GP daquele ano.

O piloto brasileiro correu com a equipe na Fórmula 1 de 2009, na qual a Brawn GP teve grande destaque, e ficou na terceira posição no Mundial de Pilotos. Durante o festival, Barrichello voltará ao volante do BGP 001, celebrando 10 anos da conquista.

Audi revive modelos de rali da década de 80

audi rallye quattro a2 1984 Separamos alguns dos destaques de um dos maiores eventos automobilísticos, o Festival de Velocidade de Goodwood, que reúne carros antigos, novos e raros
Audi Rallye quattro A2 de 1984 (Audi | Divulgação)

Enquanto isso, a Audi preferiu investir em modelos de rali da década de 1980. A fabricante vai levar três carros clássicos para fazer o Hillclimb. Um deles é o Audi Rallye quattro A2 de 1984, com o qual venceu o rali de Monte Carlo. Atrás do volante, estará o campeão de rali Stig Blomqvist.

Já o Audi 90 quattro IMSA-GTO de 1989 será pilotado por Benoit Tréluyer, três vezes vencedor do campeonato. O terceiro modelo será o Audi 200 quattro TransAm, de 1988, que ficará nas mãos de Frank Biela, cinco vezes vencedor das 24 Horas de Le Mans.

Jeep fará sua primeira participação no Festival de Velocidade

jeep grand cherokee trackhawk
Grand Cherokee Trackhawk, o SUV mais rápido do mundo (Jeep | Divulgação)

A norte-americana Jeep, especializada em utilitários off-road, fará sua primeira participação no evento britânico em 2019. Entre os destaques do que ela planejou, está a entrada do Grand Cherokee Trackhawk na competição de Hillclimb.

O veículo tem um motor 6.2 V8 de 719 cavalos de potência e 88 kgfm de torque. Ele alcança 100 km/h em 3,7 segundos, e pode chegar a 290 km/h.

O Trackhawk ganhou fama como o SUV mais rápido do mundo em 2017. Ainda assim, deve ser interessante assistir a um utilitário de 2,4 toneladas tentando acompanhar as curvas estreitas da pista de Goodwood.

Ford leva o passado e o futuro ao Festival de Velocidade

ken block ford hoonitruck 1977 Separamos alguns dos destaques de um dos maiores eventos automobilísticos, o Festival de Velocidade de Goodwood, que reúne carros antigos, novos e raros
Ken Block vai ao Festival de Velocidade com sua F-150 Hoonitruck de 1977 (Ford | Divulgação)

A Ford também vai estar presente no Festival de Velocidade, e levará uma gama de carros que representam seu passado e seu futuro. O Focus ST fará sua primeira demonstração no Reino Unido, assim como o Mustang Shelby GT500, já conhecido nos Estados Unidos.

Ao lado deles, estarão lendas como o Fusion NASCAR de 2018; o Ford GT 66 de Le Mans; o Fiesta M-Sport WRC; e o Zakspeed Turbo Capri de 1980.

Também faz parte da programação da montadora a participação do renomado artista do drifting, Ken Block, junto a Vaughn Gittin Jr., que soltarão fumaça em modelos como o Escort RS Cossie V2, o Mustang RTR Spec 5-D, e o mais recente F-150 Hoonitruck de 1977.

Mustang elétrico também fará aparição

charge cars mustang eletrico Separamos alguns dos destaques de um dos maiores eventos automobilísticos, o Festival de Velocidade de Goodwood, que reúne carros antigos, novos e raros
Mustang elétrico foi feito pela Charge Cars com licenciamento da Ford (Charge Cars | Divulgação)

Enquanto isso, outra companhia se encarregará de levar um Ford Mustang elétrico para o Festival de Velocidade. A britânica Charge Cars foi autorizada pela fabricante americana a reconstruir a carroceria do muscle car.

Só que, ao invés de um motor V8, ele contará com uma bateria de 64 kWh com autonomia divulgada de 322 quilômetros. Ele também carrega 544 cv e 122 kgfm, alcançando 100 km/h em menos de 4 segundos.

A velocidade máxima do Mustang elétrico é de 241 km/h. Por ser elétrico, ele também terá vantagem na subida de Goodwood, pois a redução da pressão atmosférica não interfere na potência, como ocorre com os motores a combustão.

Cobertura ao vivo do Festival de Velocidade de Goodwood

Essas e muitas outras atrações esperam os visitantes do Festival de Velocidade de Goodwood na edição de 2019. O evento começa na quinta-feira (4), no Goodwood Motor Circuit, Chichester, West Sussex.

Para os que não podem estar presentes, será feita uma cobertura ao vivo da programação pelo canal oficial de Goodwood no YouTube. Confira:

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário