Japinha nervoso de volta ao mercado

Por Daniel Camargos12/04/17 às 15h05

O novo Honda Civic Si foi, enfim, revelado. As formas e detalhes do modelo nipônico com pegada esportiva apareceram em um vídeo divulgado às vésperas do Salão de Nova York, onde ele está sendo apresentado oficialmente. A montadora ainda não confirma o lançamento para o Brasil, mas o mais provável é que o esportivo aponte por aqui na versão cupê, como a anterior.

Lançado em 1984 nos Estados Unidos e Japão, o Civic Si levou 23 anos para chegar ao Brasil. Quando veio, foi produzido na fábrica da Honda em Sumaré, São Paulo, entre 2007 e 2011. Agora ele entra em sua décima geração e as chances são grandes de que seja comercializado por aqui novamente.

O motor é o mesmo 1.5 de quatro cilindros turbo da nova geração do Civic, porém “vitaminado” para oferecer 208 cv aos 5.700 rpm (a versão “careta” tem apenas 173 cv). O torque está quase sempre disponível: são 26 kgfm (ganho de 3,4 kgfm) e vai desde 2.100 rpm até até 5.000 rpm.

A transmissão é manual de seis velocidades e a Honda, esperta, encurtou as relações para uma pegada mais esportiva. O diferencial conta com LSD, iniciais em inglês para o sistema que limita sua atuação e busca mais agilidade e estabilidade.

The first ever turbocharged Honda Civic Si

Além de ter sido enxugado em alguns quilinhos, o Si recebeu alguns atributos do irmão mais forte, o Type R. Amortecedores adaptativos e braços de controle rígidos trabalham em conjunto com molas e barras estabilizadoras mais firmes.

A direção é elétrica e o motorista ganha a opção Sport para ativar o lado mais selvagem do nervosinho. Claro que, como bom esportivo, tem distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e controle eletrônico de estabilidade (ESC).

Por fora, o design ganha mais agressividade. Na dianteira, os faróis afilados são contornados por detalhes em preto que marcam o conjunto, incluindo a grade frontal e as entradas de ar robustas. Na traseira, o escapamento central tem desenho poligonal e o preto volta a aparecer.

O sedã conta com defletores de ar e aerofólio na tampa do porta-malas. Já o cupê traz aerofólio elevado e o filete de LEDs que marca a gama do Civic. Ambas as versões serão produzidas em Ontário, Canadá, com motores fabricados em Ohio, nos Estados Unidos.

The first ever turbocharged Honda Civic Si

O interior não foi esquecido e seus bancos reafirmam o lado esportivo, com costuras em vermelho que também aparecem no volante, portas e coifa do câmbio. A cor também é o destaque na iluminação do painel e botões de comando, acompanhada de acabamento em alumínio nos pedais, alavanca do câmbio e friso do painel de instrumentos.

Se a versão Si começou apenas com tratamentos visuais esportivos, em 2007 o que era apenas insinuação se materializou com outra mecânica e ficou mais valente que um Civic “normal”.

Mas, ainda ocupa uma tímida posição se comparado ao bravo “Type R”, o mais possante da linha com 310 cv de potência e 41 kgfm de torque.

Mas o “mediano” tem seus charmes, e atrai com a ideia de que nem todos desejam – ou podem pagar – um “esportivo completo”. Sendo assim, a experiência com o Civic Si mistura esportividade ao luxo e conforto de um veículo de passeio.

The first ever turbocharged Honda Civic Si
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário