McLaren da última vitória de Senna em Mônaco vai a leilão

McLaren-Ford MP4/8A 1993 será leiloado em maio; lance mínimo ainda não foi divulgado, mas deve ser de aproximadamente R$ 20 milhões

Por AutoPapo25/01/18 às 14h18

A casa Bonham’s irá leiloar em 11 de maio um McLaren-Ford MP4/8A 1993. Não te diz nada? Trata-se do McLaren de Senna! Quer mais? É a unidade usada – o chassi nº 6 – na última vitória do tricampeão no Grande Prêmio de Mônaco, há 25 anos. Ayrton Senna é chamado de Rei de Mônaco, pois venceu seis edições do GP mais famoso do calendário da Fórmula 1, sendo cinco delas consecutivas (1987,1989,1990,1991,1992 e 1993).

McLaren de Senna no GP de Mônaco de 1993

A temporada de 1993 foi a última da vitoriosa parceria entre o brasileiro e a escuderia inglesa. Ainda neste ano, os monopostos da equipe eram empurrados por um motor Ford Cosworth V8, bem inferior aos V10 da Renault utilizados pela Williams, time que dominava o cenário na época. A Benetton também tinha motor Ford, mas uma versão mais atualizada e mais potente.

Desiludido com a desvantagem da McLaren, Senna fazia contratos por corrida. Inclusive, no fim do ano anterior, ele chegou a fazer um teste na Fórmula Indy, como uma maneira de pressionar os ingleses. Contamos essa história aqui no AutoPapo.

Voltando ao GP de Mônaco de 1993, durante o primeiro treino livre, o piloto brasileiro sofreu um acidente. O McLaren de Senna, o chassi 6 que vai à leilão, ficou danificado, mas foi reparado a tempo. Já o piloto teve uma luxação no dedão da mão esquerda.

Depois de um tratamento intensivo, Senna conseguiu se recuperar e, no treino classificatório, garantiu a terceira posição no grid de largada, atrás do francês Alain Prost (Williams) e do alemão Michael Schumacher (Benetton).

A vitória começou a ser construída quando os comissários detectaram que Prost queimou a largada e o puniram com um stop and go de 10 segundos. Ainda por cima, o francês teve problemas ao retornar para a corrida. Schumacher assumiu a ponta, com Senna em segundo. O brasileiro não conseguia se aproximar do alemão, mas, naquele momento, a segunda colocação o colocaria na liderança do campeonato.

No entanto, a sorte sorriu para Senna: na 33ª volta, a Benetton de Schumacher teve problemas hidráulicos e ele abandonou a prova. O tricampeão conduziu com segurança e garantiu a sexta vitória no circuito monegasco, superando o recorde de Graham Hill, que, na ocasião, já durava 25 anos. Coincidentemente, Damon Hill, filho de Graham, ficou em segundo na prova e parabenizou Senna.

O McLaren de Senna ainda não teve o valor de lance mínimo divulgado. A expectativa de analistas desse mercado é que o valor inicial seja de 5 milhões de euros (R$ 19,7 milhões em conversão direta). Recentemente, a Ferrari F201, pilotada por Michael Schumacher em 2001, foi arrematada por 7,5 milhões de dólares (R$ 23,6 milhões).

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • yadmilla rosa 27 de janeiro de 2018

    Ta maluco comprar isso pra q? pra enfiar na * ? *!!
    ass; yadmilla rosa.

    EDITADO

Deixe um comentário