Mercedes-Benz GLE 400 Matic

Crossover alemão

Por AutoPapo02/04/16 às 16h59

Com o caimento contínuo da carroceria desde o teto até o final da tampa traseira, trata-se de um coupé grande, “musculoso” e que chama a atenção por onde passa. Apesar de a marca dizer que é um SUV, pelas características tanto de automóvel quanto de utilitário, definitivamente é um crossover. Tão parecido com o X6 da BMW, que vinha fazendo sucesso sem qualquer concorrente direto, com certeza a aposta de Stuttgart visa abocanhar seu quinhão junto aos apreciadores do estilo.

(Mercedes-Benz/Divulgação)

É um veículo para quem quer prazer! A “cara” de quem alcançou o sucesso e busca por conforto, segurança e adrenalina, além de usufruir do destaque que as linhas pujantes e nada discretas oferecem. Tudo é superlativo… Nada menos que 333 cavalos no motor 3.0 bi turbo com exagerados 50 kgf.m de torque, capazes de levar o monstrinho com quase cinco metros e 2.180 kg aos 100 km/h em apenas 5,9 segundos, com máxima de 247 km/h. Na transmissão automática, nove marchas com borboletas no volante.

Outros destaques são: sistema que permite alterar o comportamento do veículo conforme as condições de utilização, suspensão pneumática que se adapta em altura e firmeza de acordo com a necessidade e, tração integral nas quatro rodas. Além de muita mordomia como assentos com memória, ar condicionado três zonas e revestimento interno em couro ecológico, sete air bags, controle de tração e controle de estabilidade. Mas, em um veículo dessa categoria, estranha-se a ausência de controlador de velocidade de cruzeiro adaptativo e de frenagem autônoma.

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário