Mercedes C300 Sport

Nova versão tem visual AMG, 245 cv de potência e faz de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos

Por Sérgio Melo09/06/17 às 13h08

A Mercedes lança versão com visual invocado do seu Classe C: a C300. Os maiores destaques são os detalhes em preto na grade dianteira, nas saias dos para-choques, retrovisores e nos frisos das janelas, além da suspensão 15 mm mais baixa. Da linha AMG vieram as rodas com interior preto brilhante e o volante esportivo maior com base reta. O interior rústico, porém requintado, tem madeira na cor preta, detalhes em cromo acetinado, elogiável acabamento e materiais agradáveis ao toque.

O motor 2.0 turbo a gasolina derivado do C250 não é preparado pela AMG – divisão de alta performance do grupo – mas recebeu uma série de melhorias na própria Mercedes, proporcionando torque de 37,7 kgfm já a partir de 1.200 rpm. A injeção de combustível, que na maioria dos motores é feita de uma só vez nos dutos de entrada de ar dos cilindros a cada ciclo, acontece diretamente dentro da câmara de combustão e fracionada em várias “doses”, nos momentos ideais para maior produção de força, economia e menor emissão de poluentes. Na ignição é a mesma coisa, várias centelhas nas velas a cada combustão.

Uma grande novidade é a transmissão automática com nove marchas. A maior quantidade de relações disponíveis possibilita melhor aproveitamento do motor e muita suavidade. As mudanças são bastante rápidas e podem acontecer até mesmo de forma não sequencial, pulando marchas para chegar mais rapidamente ao que o motorista deseja. Outro ponto interessante é que para maior resistência e leveza, vários componentes da carroceria, como portas, teto e capô, são em alumínio.

O desempenho pode ser ajustado conforme a preferência ou o tipo de percurso, nos modos Comfort, Sport e Sport+. Normalmente o motor trabalha no maior silêncio, mas ao selecionar o modo esportivo o som da descarga se torna presente, convidando a acelerar. Detalhe interessante é que não incomoda ninguém na rua, pois o sistema de som passa a amplificar o ruído apenas dentro do carro. O painel dispõe de medidor de força G para o condutor saber o quão perto está dos limites de aderência.

O desempenho é muito vigoroso, quase tão rápido quanto famosos esportivos italianos. Nas curvas, a tração traseira, suspensão Multilink, rodas 18” e pneus com perfil baixo garantem muita aderência. Quando as rodas do lado externo ficam melhor apoiadas no solo pela transferência lateral do peso do veículo, o controle eletrônico de tração destina maior força para elas, a fim de que a tração seja máxima sem perda de aderência. Esse sistema atua também contra golpes de vento laterais, como em viadutos elevados ou ao ultrapassar veículos de carga – quando o freio atua diferenciadamente em cada roda para manter a trajetória.

A listagem de conteúdo é extensa, incluindo sistema multimídia com tela sensível ao toque e Bluetooth, ar-condicionado de duas zonas com saída para os passageiros traseiros e volante multifuncional. No entanto, faltam itens comuns na categoria, como controlador de velocidade adaptativo que reduz conforme o trânsito à frente, detecção de risco de colisão, supervisão de pontos cegos dos retrovisores ou sistema de manutenção de faixa.

Na segurança, destaque para os sete airbags, pré-carregamento do freio em desacelerações bruscas, secagem automática das pastilhas e fixação de cadeirinhas tipo Isofix. O preço? R$ 241.900.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário