Nova Sprinter ganha direção elétrica e novo design

Modelo comercial da alemã Mercedes-Benz passará a ser fabricado na Argentina e chega ao Brasil ainda este ano; preços não foram revelados

Por Bárbara Angelo 27/09/19 às 13h01
De Curitiba (PR)

A Mercedes-Benz apresentou, nesta sexta-feira (27), a nova Sprinter. A van está entrando em sua terceira geração e ganhou novo design, direção elétrica, melhorias mecânicas e mais recursos tecnológicos.

O estilo do modelo ficou mais moderno, com linhas simplificadas. Na dianteira, os faróis passaram a uma posição mais alta. A mudança foi pensada para oferecer maior proteção aos componentes no caso de pequenas colisões. Outra diferença aparece nos para-choques, que ficaram mais robustos.

Entre as novidades tecnológicas, a nova Sprinter ganhou sistema keyless, permitindo a ignição do veículo a partir do acionamento de um botão. Outra melhoria é a direção com assistência elétrica progressiva, que aparece de serie em todas as configurações.

Para a segurança, o modelo comercial passou a ser equipado com controle eletrônico de estabilidade (ESC) adaptativo. Além disso, de série, todas as versões passaram a contar com assistente ativo de frenagem (ABA), o mesmo que aparece nos carros da marca. Com ele, a van freia automaticamente para objetos estáticos ou móveis, incluindo pedestres e ciclistas.

Como já ocorria na geração anterior, a nova Sprinter será ofertada em três configurações: chassi, van e furgão. A antiga 313 CDI, disponível como furgão ou chassi, passou a ser a 314 CDI, e seu Peso Bruto Total (PBT), agora, pode chegar a 3.500 kg.

Já a configuração 415 CDI virou a 416 CDI, com PBT de 4.100 kg. Por sua vez, a 515 CDI se tornou a 516 CDI, capaz de transportar até 5.000 kg em PBT. Essas duas últimas são ofertadas como van de passageiros, furgão e chassi.

nova sprinter mercedes benz

A combinação de características, como teto alto ou baixo, entre outros, resulta em cerca de 60 configurações distintas, segundo a própria marca.

O conjunto mecânico da nova Sprinter também recebeu algumas melhorias, elevando sua potência e torque. Entre elas, está uma nova caixa de câmbio, com relação entre marchas diferente. Assim, o 2.2 biturbo do veículo passou a entregar 143 cavalos de potência máxima (11% a mais), e 33,7 kgfm de torque máximo (aumento de 8,5%), no caso da 314 CDI.

Já as 416 e 516 passaram a desenvolver 163 cv de potência máxima (12% a mais), e 36,4 kgfm de torque máximo (aumento de 8,5%). Contudo, a transmissão manual de seis marchas permanece sendo a única opção, e a automática oferecida em outros países ainda não apareceu por aqui.

No interior, os bancos ganharam novos desenho e tecido. O painel também foi repensado, e o volante é multifuncional.

Outra novidade da nova Sprinter é a chegada da central multimídia MBUX. Suas funções incluem o espelhamento da tela de smartphones com Apple CarPlay e Android Auto.

interior nova sprinter

Entre os opcionais para o sistema, está uma câmera de ré para auxílio em manobras e no momento de descarregar mercadorias.

A nova Sprinter já estava à venda na Europa, onde foi lançada no ano passado. Agora, o modelo será fabricado na Argentina, de onde será importado para cá. Para tanto, a Mercedes-Benz investiu cerca de US$ 100 milhões na modernização de sua linha de produção no país vizinho.

Por aqui, a marca planeja iniciar as vendas até o fim do ano. Os preços do modelo serão divulgados no mês que vem.

Fotos Mercedes | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (5 votos, média: 4,60 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário