Novos motores da Renault ficaram na conta da chá

Por AutoPapo01/12/16 às 14h00
(Renault/Divulgação)

A Renault apresentou os novos motores 1.0 12v de três cilindros para a linha Sandero e Logan e o propulsor 1.6 16v de quatro cilindros para Sandero, Logan, Duster e Oroch.

Gostamos? Ok, mas esperávamos mais. Ambos são equipados com o famigerado tanquinho de partida a frio, que, convenhamos, já deveria ser peça de museu.

O BORIS esteve no lançamento, em Curitiba, e destaca que a Renault fez apenas o dever de casa, preocupando-se essencialmente em reduzir o consumo de combustível.

O motor 1.0 ficou 20kg mais leve e o 1.6 30kg, quando comparados com os antecessores.

O 1.6 tem o sistema Stop&Start, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas. O 1.0 não tem.

O cálculo da Renault é que o novo motor 1.0 deixa Sandero (foto) e Logan até 19% mais econômicos. Com o 1.6 SCe, a economia, segundo a fabricante chega até 21%. Para a Duster e Oroch estão até 18% e 16% mais eficientes, respectivamente, com o 1.6.

O 1.0 gera 82 cv de potência quando abastecido com etanol e 79 cv com gasolina – 2 cv a mais que o antigo quatro cilindros. O novo motor 1.6 oferece 118 cv com etanol e 120 cv com gasolina.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Jose Carlos Silva 18 de agosto de 2018

    É mais económico que o palio 1.0 fire! Cheguei a fazer 18 km com 1 litro indo de d.Caxias RJ a saquarema RJ!

Deixe um comentário