[Vídeo] O.J. Simpson e a louca “fuga” no Ford Bronco

Acusado de assassinar sua ex-mulher, Nicole Brown, e o garçom Ronald Goldman, atleta e ator protagonizou uma das perseguições mais bizarras da história

Por AutoPapo03/10/17 às 16h05

O.J. Simpson é/era uma lenda do futebol americano. O ex-atleta foi o primeiro a ultrapassar a barreira das 2 mil jardas corridas no certame em uma única temporada e foi o Jogador Mais Valioso da NFL (National Football League) em 1973. Abaixo vídeo que mostra Simpson, à época no Buffalo Bills, quebrando o recorde. A reportagem é da CBS Sports.

O.J. era uma das figuras mais populares dos Estados Unidos. Ele foi, por anos, garoto-propaganda da Hertz. A empresa de aluguel de carros teve, recentemente, sua operação no Brasil comprada pela Localiza.

Conhecido pelo apelido de Juice, O.J. era tão carismático que acabou indo para Hollywood. Um de seus filmes mais conhecidos é Corra que a polícia vem aí, onde interpreta o detetive Nordberg.

Em 13 de junho de 1994, Nicole Brown Simpson, ex-mulher de O.J., e o garçom Ronald Goldman foram encontrados mortos no quintal da casa de Nicole, em Brentwood, subúrbio rico de Los Angeles. Simpson se tornou o principal suspeito do crime. A mídia cobriu o caso com afinco. A revista Time, inclusive, foi criticada por ter “enegrecido” o ex-jogador em sua capa.

LEIA TAMBÉM: 10 celebridades apaixonadas por carros

O.J. Simpson capas Newsweek e Time

Quatro dias depois, Simpson fez parte de uma das perseguições policiais mais bizarras da história. Seu amigo dirigia um Bronco, utilitário esportivo da Ford, enquanto O.J., no banco do carona, apontava uma arma para sua cabeça. O Bronco rodava em baixa velocidade pelas vias californianas e uma horda de viaturas iam atrás, mantendo certa distância. Sete emissoras norte-americanas praticamente interromperam suas programações para transmitir o evento. Entre as atrações daquela noite havia o jogo cinco das finais da NBA, liga nacional de basquete, entre Houston Rockets e New York Knicks. De acordo com dados do USA Today, 95 milhões de pessoas assistiram a fuga de O.J. Simpson. Veja reportagem da Rede Globo sobre o acontecimento:

Réu, O.J. foi inocentado, no considerado “julgamento do século”. O veredito foi dado no dia 3 de outubro de 1995, há exatos 22 anos. Já o Bronco não teve a mesma sorte. Introduzido em 1966, o SUV acabou sendo descontinuado em 1996, dois anos depois da perseguição. Segundo a Ford, a subida no telhado nada teve a ver com o incidente envolvendo Simpson. A justificativa é plausível. Em 1994 a fabricante emplacou quase 7 mil unidades a mais do modelo (seus melhores números em anos). De acordo com a empresa, o real motivo de o utilitário esportivo ter deixado o mercado foram “razões estratégicas”. Assista a um comercial venezuelano do Bronco. O veículo foi montado no país sul-americano e também na Austrália.

Recentemente, o Ford Bronco do amigo de O.J. figurou no programa Trato Feito, transmitido pelo History Channel. O reality show segue os donos da casa de penhores familiar Gold & Silver. O ex-agente de Simpson, Mike Gilbert, comprou o veículo por US$ 75 mil e sequer consideraria oferta menor que US$ 500 mil. Os protagonistas do reality não quiseram fazer a compra. Gilbert afirmou que gostaria de dar o dinheiro arrecadado com a venda aos seus filhos. O jornalístico Inside Edition fez uma reportagem com o Bronco em 2016:

O Bronco, no entanto, irá retornar. Em 2005 a Ford lançou versão conceitual (foto) do SUV que, inclusive, estará no filme Rampage, estrelado por Dwayne “The Rock” Johnson, em 2018. A fabricante já disse que irá voltar a produzir o modelo a partir de 2020. O utilitário esportivo será provavelmente empurrado por motor de 329 cv de potência e dificilmente terá muitos elementos do conceito. Seu visual deve ficar mais próximo do Everest.

Ford Bronco Concept O.J. Simpson

E quanto à O.J. Simpson? Apesar de ter sido inocentado do duplo homicídio, o ex-jogador foi preso em 2008 por assalto à mão armada. Depois de nove anos em uma prisão no estado de Nevada, foi libertado no último domingo (1). Com 70 anos de idade, Orenthal James Simpson ganhou direito à liberdade condicional no mês de julho.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Franco Vieira 4 de outubro de 2017

    Tem um detalhe esquecido, no dia da perseguição – 17 de Junho – foi o início da Copa do Mundo de 1994 nos Eua.

Deixe um comentário