Segundo suspeito é preso em Munique por conexão com Dieselgate

Investigações na Europa ainda estão em andamento e já levaram à prisão de dois funcionários da Audi

Por AutoPapo29/09/17 às 08h01

Promotores de justiça de Munique prenderam um segundo suspeito por conexão com o escândalo do Dieselgate, reportou a agência Reuters. O nome do indivíduo não foi divulgado, mas trata-se de um funcionário ou ex-funcionário da Audi. Oficiais também declararam que aumentaram o número de pessoas investigadas no caso.

motor Audi Q5 2016 TDI diesel suspeito
(Audi/Divulgação)

A prisão ocorre em meio a uma investigação dos promotores de Munique. Em março, o grupo executou um mandado de busca na sede da empresa. As propriedades da Jones Day, empresa norte-americana contratada pela montadora para investigar o escândalo, também foram averiguadas.

Na ocasião, o primeiro suspeito, que também tinha relações com a Audi, foi preso. Seu nome também não foi divulgado.

Pouco depois, uma segunda operação foi realizada na sede da Audi, durante uma conferência anual de resultados, noticiou a Forbes. Oficiais também investigaram escritórios e residências de funcionários do alto escalão do Grupo Volkswagen.

Um dia mais tarde, um executivo do Grupo, Oliver Schmidt, foi apreendido e levado a Detroit (EUA) para aguardar julgamento pelas autoridades norte-americanas, responsáveis por descobrir as fraudes.

O escândalo do Dieselgate teve início em 2015, quando órgãos de legislação dos Estados Unidos acusaram o Grupo Volkswagen de fraudar testes de emissão em veículos a diesel. Desde então, descobriu-se que cerca de 11 milhões de veículos, ao redor do globo, estavam emitindo até 40 vezes mais poluentes do que se pensava.

Atualmente, a corporação já concordou em pagar cerca de US$ 20 bilhões em multas e compensações só nos Estados Unidos. Enquanto isso, investigações sobre a fraude continuam em andamento no país, na Europa, Brasil e outras regiões em que os automóveis foram vendidos.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário