Suzuki Grand Vitara

O grande pequeno

Por AutoPapo01/04/16 às 17h45

O Grand Vitara, SUV da japonesa Suzuki, foi criado em 1988 e está presente em quase 200 países. No Brasil desde 98, o modelo está atualmente na terceira geração do utilitário enquanto no Japão está na quarta. A linha oferece oito configurações, com preços que vão de R$ 85,900 a R$ 113,800.

(Suzuki/Divulgação)

Os anos de estrada desse veterano lhe garantiram um design clássico, com cara de SUV mas sem exagerar, que agrada a muitos consumidores em busca de um grandalhão. A Suzuki também não quis que eles ficassem sem opções na hora de escolher seu Grand Vitara: as oito versões do veículo oferecem combinações variadas, incluindo a 4Sport com design aventureiro.

Há quatro opções 4×2 e quatro 4×4, com câmbio automático ou manual. As 4×2 têm tração traseira, e as 4×4 com reduzida oferecem três opções de acoplamento. A transmissão manual é de cinco marchas, e a automática de quatro marchas. A direção é hidráulica, primeiro sinal de desatualização da linha, que é modelo 2016. Algumas configurações ainda contam com certo luxo, como teto solar elétrico e luzes de sinalização nos retrovisores.

O motor, no entanto, é o mesmo em todas as versões: 2.0 de 4 cilindros e 16 válvulas com 140cv de potência. Considerando as duas toneladas do SUV, o propulsor pode desapontar os que exigem potência. O quesito segurança também deixou muito a desejar: a ausência de qualquer outro airbag além do frontal duplo (obrigatório por lei) é preocupante, especialmente em um utilitário que se propõe a alguma aventura.

O interior é bastante espaçoso, coisa fácil em um veículo de 4,5m por 1,8m e que, segundo a montadora, suporta até 497kg de carga. Há ar condicionado digital automático e um sistema de som com CD player (capacidade de até seis discos), MP3 e entrada auxiliar, ambos de série.

Como opcional há um sistema multimídia com navegação integrada, mas não é para todas as versões. Talvez seja hora de lembrar que a linha disponível no Brasil é da terceira geração, que foi lançada no Japão em 2005, e onde já há uma quarta geração desde 2014. Por isso, se o carango parecer um pouco ultrapassado – é porque ele é.

Para quem espera certo conforto, espaço interno, potência suficiente para um passeio no sítio sem estripulias, não faz questão de avanços tecnológicos e fica satisfeito com apenas dois airbags, o Grand Vitara pode ser uma boa pedida.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário