Vá em paz, Tata Nano: carro mais barato do mundo sairá de linha

Lançado há 10 anos na Índia, o carro mais barato do mundo teve apenas uma unidade produzida em junho e será retirado de linha pela fabricante Tata

Por AutoPapo 11/07/18 às 16h03

Embora só consiga esbanjar simpatia, o Tata Nano – o carrinho mais barato do mundo – conquistou um lugar especial no coração dos apaixonados por automóveis. Após longos 10 anos abastecendo o mercado indiano, o modelo deixará de ser produzido. Em junho, apenas uma unidade do compacto foi produzida pela Tata.

O carrinho nasceu com a ideia de motorizar a Índia, mas foi perdendo espaço para outros modelos que ofereciam mais conforto e melhor dirigibilidade. Algumas outras questões também dificultaram que o Nano conquistasse os milhões de habitantes de seu país natal, entre elas os incêndios constantes e a “alta nos preços”.

O carrinho mais barato do mundo teve apenas uma unidade vendida em junho de 2018 e será descontinuado. Conheça as configurações do Tata Nano.

O Nano custa, atualmente, US$3,500, R$ 13.500 em conversão direta. O projeto inicial, criado para não ultrapassar os US$ 2.500 (R$ 9.670) é muito simples. A Tata Motors até tentou melhorar o modelo, que sempre teve resultados desastrosos em testes de colisão, mas a má fama já tinha chegado aos ouvidos de todos os motoristas locais.

Pesando apenas 600 quilos, o Nano entrega 35 cavalos e apenas 4,9 kfgm de torque. O carrinho era vendido com câmbio manual de quatro marcha e chegava até a 105 km/h. Em toda a sua história, o compacto da Tata nunca ultrapassou 2.000 unidades por mês.

Em 2015 a Tata reestilizou o Nano e lançou o GenX Nano, que tinha câmbio automático de cinco marchas e era igualmente inseguro. O modelo só chamou atenção pelo consumo de 21,9 km/l e pela tecnologia embarcada (bluetooh e computador de bordo).

A Tata Motors oferece carros mais modernos e com qualidade superior, como o Bolt, o Tiago e o crossover Nexon. A marca também é dona da Jaguar Land Rover.

Fotos Tata Motors | Divulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário