Tesla não cumpre meta de entregas do Model 3

Fabricante entregou apenas 1.550 unidades do sedã no último trimestre de 2017

Por AutoPapo04/01/18 às 11h52

A Tesla entregou apenas 1.550 Model 3 no último trimestre de 2017. A informação é da própria fabricante. O número fica bem abaixo das expectativas dos analistas de Wall Street, que esperavam que a empresa fosse capaz de entregar ao menos 4.100 unidades do sedã médio.

À época do lançamento, Elon Musk, chefão da Tesla, garantiu que a companhia teria condições de produzir 20 mil exemplares por mês do Model 3 em dezembro do ano passado. No entanto, a empresa agora afirma que só poderá fabricar cinco mil unidades do sedã por semana a partir do segundo trimestre deste ano. Esta é a segunda vez que Musk adia os planos.

Tesla Model 3 tem entregas abaixo do esperado

Em novembro, a Bloomberg, agência especializada no mercado financeiro, afirmou que a Tesla corria sérios riscos de extinguir suas reservas monetárias. O analista Kevin Tynan garantiu que Elon Musk terá de angariar, no mínimo, US$ 2 bi até a metade deste ano para manter a sua fabricante de veículos elétricos em condições financeiras saudáveis. “Se eles [a Tesla] podem durar mais 10 meses ou um ano, ele precisa de dinheiro, e rápido”, declarou Tynan.

O Model 3 tem preço inicial de 35 mil dólares e é um produto crucial para a sobrevivência da Tesla. A empresa espera chegar a 1 milhão de veículos produzidos em 2020 e, para isso, precisava de um modelo mais barato que os luxuosos Model S e Model X, que partem da casa dos 80 mil dólares.

O Tesla Model 3 é comercializado em duas versões. A Standard, mais básica, tem autonomia de cerca de 354 km e atinge velocidade máxima de quase 210 km/h. Já a configuração Long Range, segundo a fabricante, roda quase 500 km sem a necessidade de recarga e chega a 225 km/h. Mais de 500 mil consumidores já demonstraram interesse no veículo.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário