Uma trinca de respeito

Audi apresenta nova geração do R8 e versões Performance de RS6 Avant e RS7; é bom destacar: todos são uns foguetinhos

Por Sérgio Melo28/05/17 às 15h24

R8
Em sua segunda geração, o Audi R8 está mais largo, tem novas entradas e extratores de ar e ganhou faróis de laser, que iluminam duas vezes mais – além de permitir melhor visibilidade em neblina ou fumaça.

A usina de força é um 5.2 V10 com injeção direta estratificada, turbo e intercooler, capaz de entregar 610 cv de potência e torque de 57 kgfm a 6.500 rpm. A velocidade máxima é eletronicamente limitada a 330 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em apenas 3,2 segundos. Uma das explicações para arrancada tão vigorosa é transmissão S tronic de sete marchas com uma nova versão da tração quattro, que permite transferir toda a potência do motor para cada roda de forma ideal. Diferentemente da versão anterior, que limitava a distribuição de torque entre os eixos, a atual poda mandar até 100% para um só deles.

Nas curvas é como um carrinho de autorama. A aderência é tão grande que parece haver um trilho na pista. Embora os bancos sejam envolventes, é mais fácil você escorregar lateralmente no assento do que ele no asfalto. Os modos de condução permitem dosar a vitalidade da fera, quanto ao comportamento do motor, da suspensão com recursos eletromagnéticos e reações da transmissão. Um detalhe interessante é que nos modos mais “mansos”, no limite de aderência nas curvas o modelo se torna sub-esterçante – ficando mais fácil de ser corrigido – enquanto no modo mais “apimentado” vira sobre-esterçante, mais perigoso. Contudo, o condutor aproveita, é claro, muito mais.

Já que anda tanto, o R8 tem que parar na mesma medida. Os discos de cerâmica nas quatro rodas garantem alto desempenho mesmo nas elevadas temperaturas características da pilotagem esportiva. O assento do motorista é como o cockpit dos veículos de competição, com todos os comandos à mão – inclusive um botão que controla o ruído emitido pelo escapamento. No painel de instrumentos há uma enorme tela de alta definição como a dos celulares, onde pode ser configurado o que será apresentado, incluindo a opção por maximizar o mapa do GPS tomando quase todo o espaço disponível.

Quanto ao preço… Você está sentado? Caso não esteja, não continue a leitura antes de encontrar uma posição segura. O R8 custa R$ 1.170.990 mi.

RS7
O RS7 Sportback Performance não traz alterações estruturais, mas ganhou 45 cv de potêcia em relação ao RS7 anterior. O motor 4.0 V8 com injeção direta estratificada, turbo e intercooler, produz 605 cv e, com o intercooler acionado, até 76 kgfm de torque entre 2.500 e 5.500 rpm. A velocidade máxima é de 305 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 3,7 segundos. Mas mesmo com todo esse vigor e aparência nervosa, ajustando-se o controle de desempenho para a posição mais “mansa”, tem-se um cupê que pode ser usado para as finalidades familiares sem qualquer problema.

O desempenho impressiona. As respostas são extremamente vigorosas em todas as faixas de rotação. Com rodas 21”, a ótima estabilidade agrada e convida a acelerar cada vez mais. Quem quiser toda a adrenalina que tem direito pode desativar o controle eletrônico de estabilidade. Desse jeito o “brinquedo” estará completamente por sua conta, prazer e risco.

Para maior melhor comportamento nas curvas, a versão Performance tem suspensão com molas de aço e amortecedores ajustáveis em três níveis no lugar do sistema pneumático do RS7 “careta”. A direção, além de assistência variável, tem relação variável. Com isso, você gira pouco o volante para grandes conversões em baixas velocidades, facilitando as manobras, e gira muito para pequenas alterações de trajetória em altas, aumentando a precisão das ações do piloto, com mudanças de faixa e ultrapassagens mais firmes e precisas.

O interior requintado tem acabamento primoroso e não falta entretenimento à bordo, com som Bang & Olufsen, sistema de navegação, e multimídia com tela sensível ao toque, Bluetooth e conexão para smartphones.

Preço R$ 728.990

RS6 Avant Performance
Para quem gosta de muita rapidez na hora de fazer as compras, sem dúvida a melhor opção é a perua RS6 Avant Performance – com muito espaço no porta-malas e muitos cavalos sob o capô. O tempero é idêntico ao do RS7, com o mesmo motor, suspensão e transmissão, mas esse modelo conta com a versatilidade que só um station wagon pode oferecer.

Dynamic photo, ↵Colour: Misano Red

O desempenho é igual ao do cupê, mas no conteúdo é acrescentada a função Stop&Go no controlador de velocidade adaptativo. Dessa forma, além de reduzir automaticamente a velocidade em caso de trânsito lento à frente, mantendo distância segura dos demais veículos, a perua é capaz de parar e arrancar sozinha conforme a necessidade. Você só se preocupa com o volante e deixa o veículo “tomar conta” do acelerador e do freio.

Mas não se engane. Embora em nosso país esse modelo de carroceria seja associado a comportados veículos familiares, trata-se de uma veículo rapidíssimo, com os mesmos números de desempenho que o RS7 Performance. Caso encontre um desses nas mãos de uma senhora indo às compras, dê passagem rápido, senão você vai passar vergonha.

Preço R$ 669.990,00

Dynamic photo, ↵Colour: Misano Red
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário