Volkswagen up! TSI

Baixinho invocado

Por Sérgio Melo01/06/16 às 17h35

Pontos Positivos: Desempenho/ Praticidade/ Economia

Pontos Negativos: Instrumentos/ Controle de estabilidade/ Suspensão dura

O up! TSI, que em bom português significa motor turbo com injeção direta e concentração de mistura variável, tem melhor desempenho que muitos veículos 1.6. O compacto é dotado de muita agilidade e vigor; fora a economia na hora de abastecer, praticidade ao estacionar e menor emissão de poluentes. São 105 cv de potência e torque de 16,8 kgfm a partir de baixíssimas 1.500rpm.

Apesar de externamente ser bem pequeno, por dentro ele não faz feio. Na frente, o mesmo conforto que veículos maiores. Atrás, espaço comedido, mas boa acomodação para dois adultos e uma criança. O interior é espartano, com painel na cor do veículo como no saudoso Fusca e grandes áreas metálicas não revestidas no interior das portas. Sob predomínio de plástico duro, os materiais a acabamento dos componentes são bons. No porta-malas outra surpresa, com 285 litros de capacidade é um dos maiores entre os concorrentes diretos.

(Volkswagen/Divulgação)

O QUE É?

Monovolume compacto, com quatro portas.

ORIGEM

Brasil, Taubaté-SP.

QUANTO CUSTA?

O up! parte de R$ 30.990. A versão testada, Speed up!, custa R$ 49.990 e com kit multimídia que inclui GPS e Bluetooth chega aos R$ 51.507.

COMO BEBE?

9,8 km/l na cidade e 15,3km/l na estrada.

TRANSMISSÃO

Manual de cinco velocidades, com engates suaves e precisos.

DESEMPENHO

Suavidade e vigor em todas as faixas de rotação do motor. Não há o famoso atraso da turbina, que, ao contrário, se mostra presente logo acima da marcha lenta, permitindo arrancadas muito rápidas e retomadas firmes. A generosa força dispensa a freqüente troca de marchas, muito comum nos veículos 1.0. A suspensão “durinha” vai bem no asfalto liso, mas pula um bocado em pavimentação ruim. Em compensação a estabilidade é elogiável, com muita firmeza mesmo em altas velocidades. Máxima de 184km/h e 0 a 100km/h em 9,1 segundos.

SEGURANÇA

Recebeu cinco estrelas nos crash testes da EuroNCAP – European New Car Assessment Programme e da LatinNCAP – Latin New Car Assessment Programme, ou seja, o melhor resultado entre os concorrentes. Destaque para a presença de controle eletrônico de tração, mas falta controle de estabilidade.

CONTEÚDO

Os maiores destaques são: direção elétrica, ar-condicionado, computador de bordo com 10 funções, chave com controle remoto, sensores de estacionamento traseiros, fixação ISOFIX para cadeirinhas, bancos em couro sintético, rodas em liga, travas elétricas e vidros dianteiros elétricos. Apesar da possibilidade de verificar a temperatura do motor pelo painel removível de multimídia, falta marcador fixo junto aos demais mostradores, para mais fácil e constante verificação do comportamento desse parâmetro.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário