Acelerar antes de desligar e na hora de ligar o automóvel

Por BORIS FELDMAN03/05/18 às 21h40

Acelerar o automóvel na hora de ligá-lo ou antes de desligá-lo traz algumas consequências para o funcionamento do motor.

[TRANSCRIÇÃO]

Existem motoristas com várias manias que são prejudiciais ao automóvel e que ninguém sabe de onde surgiram. São costumes que vem de antigamente, de exigências que existiam, talvez, nos carros do passado, mas que não existem mais. Uma delas é o motorista que acelera ao desligar ou ao ligar o motor ou, às vezes,em ambas as situações. Acelerar o motor antes de desligá-lo é prejudicial porque vai ficar uma quantidade de combustível, gasolina ou etanol, não queimada dentro do cilindro, e que vai escorrer por suas paredes e atingir o óleo lubrificante lá embaixo no cárter, danificando. A outra mania é a inversa: é ligar o motor de manhã e, assim que ele pegar, já pisar direto no acelerador subido sua rotação.

O correto é assim que o motor pegar, deixá-lo por 20, 30, 40 segundos funcionando em marcha lenta. Por quê? Pois, esse é um dos momentos mais críticos e de maior desgaste do motor. Porque o óleo para lubrificar as partes móveis escorreu todo ele durante a noite para o cárter e o motor, então, vai funcionar com uma deficiência de lubrificação durante os primeiros segundos. Por isso não se recomenda ligar o carro de manhã e já sair imediatamente rodando com ele, nem pisar no acelerador quando ele pega.

Acelerar o automóvel na hora de ligá-lo ou antes de desligá-lo
Pedal de freio e acelerador em carro automático

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário