Posso abastecer com gasolina de aviação?

Um ouvinte quer saber se pode usar gasolina de aviação em carros. Você sabe a resposta?

Por BORIS FELDMAN17/12/17 às 16h49

Um ouvinte quer saber se pode usar gasolina de aviação em carros. Você sabe a resposta?

Ouvinte do AutoPapo faz uma pergunta interessante: ele diz que a máxima octanagem da gasolina vendida nos postos é de 102 octanas, a Podium, da Petrobrás e a Octapro da Ipiranga, mas ele sabe que motores de alta performance agradeceriam uma gasolina de octanagem ainda maior e que o pessoal que usa jet ski e algumas motos costumam abastecer com gasolina de aviação, que tem octanagem ainda superior, 130 octanas, e ele pergunta: “por que não existe essa gasolina à venda no posto?”.

Por dois motivos: primeiro por ser exclusiva de aviões e helicópteros e comercializada apenas em aeroportos e heliportos. Em segundo lugar, por danificar o automóvel, porque essa gasolina de aviação contém chumbotetraetila, que provocaria um senhor estrago nos catalisadores dos automóveis.

asa de avião abastecimento gasolina de aviação

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

8 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • GIOVANE FORTUNA 28 de maio de 2018

    Como upgrade de performance meu carro não possui catalisador ( famoso downpipe). Possui injeção direta de combustivel apta para uso com gasolina podium. Nesse caso será quais problemas posso ter?

  • vilmar feustel 20 de maio de 2018

    Valeu boas dicas, parabéns

  • Paulo 18 de maio de 2018

    Depende.
    A Gasolina de Aviação (Avgas) ainda contém chumbo, A gasolina com chumbo não pode ser utilizada em carros com catalisador. Por exemplo, eu uso Avgas no meu Opala 1973 mas no meu Sandero 2014 não posso.
    Quanto a octanagem, não há a problema algum, a Podium tem, em média 97 octanas, a Avgas de 100 a 110.
    Um último esclarecimento, o Jet A1 não é gasolina, é querosene.

  • Marcelo 8 de maio de 2018

    Amigão, desculpa, mas sua afirmação não procede. Eu tinha um Gol G4 1.0 2008, por quase 5 anos quando visitava um amigo que tomava conta de um aeroporto, tanqueava com avgas. A frequência de visita era de 1 a 2 vezes por trimestre. Vendi o G4 com 160mil km, nunca feito o motor, apenas troca de junta de cabeçote. Não baixava óleo nem água. Sentia a diferença quando abastecia com avgas, mas isso não trouxe esses problemas que vc afirma.

  • Carlos 8 de maio de 2018

    Avioes a Jato, sim, usam querosene. Os a pistao, gasolina.

  • Russo 7 de maio de 2018

    Hm, só p ficar claro. Aviões usam querosene e não gasolina

  • Jonatan carlos 6 de maio de 2018

    Leonardo, existem dois tipos de gasolina de aviação. A primeira seria a jetA1 para motores a turbina (a jato) é a outra seria a Avgas para motores a pistão como o Cessna é turbo hélices. Caso você queira abastecer seu veículo com gasolina de aviação seria o Avgas, mas como esse combustível é de alta octanagem (alta taxa de compressão) provavelmente seu motor iria explodir. Sim a um ganho de potência mas o seu motor teria que ser preparado com pistões e bielas de titânio para suportar a potência extra. Espero ter respondido suas dúvidas!

  • Leonardo 20 de março de 2018

    Ok. Mas existe algum benefixio imediato, maior potencia, maio autonomia, melhor desempenho?

Deixe um comentário