“DR” no carro? Pesquisa aponta motivos de briga a bordo

Empresa NetQuote, dos EUA, procurou descobrir também os principais motivos das brigas de um casal (conhecidas como DR) no carro

Por BORIS FELDMAN01/06/18 às 09h50
DR" no carro? Pesquisa aponta motivos de briga a bordo

Quem dirige melhor, homem ou mulher? Esta é uma eterna discussão e só mesmo as companhias de seguros respondem objetivamente: é mais barata a apólice do carro dirigido por uma mulher. Em compensação, os homens “acham” que entendem mais de automóvel…

Antes fossem estas as únicas brigas entre homens e mulheres quando o assunto é sobre rodas. Pelo jeito, deveriam discutir o relacionamento (a famosa “DR”) a bordo.

A briga vai muito além disso, e a possibilidade de discussão quando o casal está no carro é enorme. Tanto que uma empresa nos Estados Unidos – a NetQuote – além de pesquisar preços de automóveis, procurou descobrir também os principais motivos do “pé de briga” de um casal no carro. Campeão das reclamações? Ele ou ela ao volante não escutam as sugestões do parceiro.

Em segundo e terceiro lugares são as mulheres reclamando que o parceiro dirige rápido demais e também muito próximo do carro à frente.

Na sequência, a temperatura interna do automóvel: ou é regulado muito frio ou muito quente. E nem mesmo os equipamentos mais modernos, que dividem a cabine em zonas reguláveis individualmente, são capazes de harmonizar a incompatibilidade térmica entre o casal.

Outro “pé de briga” é a música no automóvel. São muitos os parceiros que não sintonizam com a preferência do outro. Além disso, o nível do volume do áudio provoca também intermináveis discussões.

A pesquisa revelou também que, quanto mais tempo o casal está junto, maior a possibilidade de briga dentro do automóvel. E finalmente, acredite se quiser: esses quiproquós já foram responsáveis por um grande número de separações!

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário