Durante um acidente o airbag não abriu… então não precisava

Os airbags são itens de segurança de grande importância para a proteção dos ocupantes do automóvel. Mas, tem momentos em que eles não se abrem

Por BORIS FELDMAN11/07/18 às 06h30

Você compra um carro com airbag e, em um acidente, eles não infla. E, aí você fica com a  pulga atrás da orelha e não entende o que aconteceu.

[TRANSCRIÇÃO]

O ouvinte do nosso AutoPapo reclama que os airbags do seu automóvel não se abriram, mesmo durante o impacto frontal, em um acidente que ele sofreu. E ele diz que por sorte, tanto ele como passageiro ao seu lado, não sofreram ferimentos, apesar do impacto.

Pois então, a explicação já foi dada pelo próprio ouvinte: se o carro teve um impacto frontal, mas ele sobreviveu para contar essa história e ainda por cima sem ferimentos, é sinal de que o impacto foi na velocidade inferior à projetada para os airbags se abrirem. Então, se as bolsas não se inflaram é porque não precisava mesmo da sua proteção. E ainda bem, porque se os airbags inflassem no caso de qualquer batidinha, seria um enorme prejuízo para o dono do carro. Pois, quando o airbag se abre não dá mais para aproveitá-lo. Ele tem que ser sucateado e substituído por um novo que custa uma nota preta.

airbag

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário