Para que serve tantas marchas no câmbio automático?

Atualmente existem carros com câmbio automático de até dez marchas. Mas afinal, essa quantidade está atrelada a algo útil?

Por Boris Feldman28/11/19 às 06h15

Até um passado não muito distante, está lembrado que os câmbios tanto manuais, como automáticos, tinham quatro ou cinco marchas? Por que será que os câmbios automáticos mais recentes subiu o número de marchas para sete, oito, nove ou até 10?

Teve até ouvinte me perguntando se é para ganhar mais velocidade máxima. Mas a máxima de um carro não depende do número de marchas.

Na verdade, a ideia da engenharia das fábricas ao aumentar o número de marchas do câmbio automático é fazer com que o regime de rotações do motor esteja sempre o mais próximo possível do ideal daquele que oferece torque máximo. O que resulta no melhor desempenho com o mínimo de consumo e emissões.

Ou seja, o motor estará sempre numa mesma faixa de rotações. Não importa se é numa subida mais forte ou se o motorista resolver andar em velocidades mais elevadas.

corolla cambio automatico marcha
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Fabiano Negreiros 28 de novembro de 2019

    Daí a vantagem do câmbio CVT que não tem marchas definidas.

Avatar
Deixe um comentário