Fórmula 1 não terá mais “grid girls” a partir desta temporada

Para a diretoria da Fórmula 1, utilização das meninas para esse fim não condiz com os valores da categoria e da sociedade atual

Por AutoPapo31/01/18 às 18h31

A Fórmula 1 divulgou nesta quarta-feira (31) que não utilizará mais as grid girls a partir desta temporada, que começa com o GP da Austrália em 25 de março.

As mulheres, também chamadas de pit babes, exerciam funções como segurar o guarda-sol para os pilotos no grid de largada (como o nome sugere) e levantar placas. Todas as outras categorias que disputarem corridas no fim de semana da F-1 também não terão o “apoio” ou “entretenimento” das modelos.

“Embora o emprego das grid girls tenha sido uma regra na Fórmula 1 por décadas, nós sentimos que essa prática não ecoa com os valores da nossa marca e, claramente, não é compatível com as regras da sociedade moderna. Não acreditamos que essa prática seja apropriada ou relevante para a F1 e seus fãs, novos ou antigos, em todo o mundo”, declarou o diretor-comercial da categoria, Sean Bratches.

A presença das mulheres na Fórmula 1 vai além da objetificação. Elas ocupam lugares de destaque pela capacidade intelectual em diversas áreas como engenharia e marketing. Williams e Sauber, duas das dez equipes que disputam as corridas, já foram chefiadas por mulheres.

F1 não terá mais grid girls
Foto: Steven Tee/LAT Images
Veja mais sobre:


3 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • renato accioly 1 de Fevereiro de 2018

    Este mundo excessivamente politicamente correto está muito chato……elas são lindas e fazem parte do show.

  • Franco Vieira 31 de Janeiro de 2018

    Por incrível que pareça, tem quem não goste…..

  • Luciano 31 de Janeiro de 2018

    A ditadura do politicamente correto chegou a F1.

Deixe um comentário