Ford Fusion não será reestilizado em 2020

Decisão de não atualizar o design do modelo em 2020 pode estar relacionada ao fim de sua existência na América

Por AutoPapo10/01/18 às 15h03

Já foi anunciado que a Ford poderia parar de vender o Fusion nos EUA. Agora, notícias especulam que o três volumes não será mais atualizado. Seria esse o começo do fim?

O jornal Detroit News teve acesso a uma carta enviada pela Ford aos fornecedores afirmando o Fusion não seria mais remodelado em 2020. Com a concorrência dos SUVs e dos Toyota Carmy e Honda Accord, o sedã da Ford tem perdido espaço no mercado americano. Some essas informações ao fato do novo diretor executivo da empresa, Jim Hackett, estar “enxugando” as operações da fabricante ao redor do mundo e terá uma visão pessimista sobre o futuro do Fusion.

Um porta-voz da Ford afirmou, ao portal Car and Drive que novos recursos estão chegando para o Fusion do futuro, mas sugeriu alterações leves no design do modelo, que está no mercado com a mesma “cara” desde 2012.

Ford Fusion não terá reestilização em 2020

O cancelamento da nova versão do sedã levanta dúvidas e o coloca no rumo das incertezas junto ao Taurus, que provavelmente será descontinuado.

As versões americanas do sedã são atualmente construídas em uma fábrica em Hermosillo, no México, onde a Ford já reduziu a produção. A nova geração do Ford Focus compacto para os Estados Unidos em breve será importada de uma nova fábrica na China, onde também será montado um novo Fusion, de tamanho médio, para o mercado chinês. A Ford já tinha negado que a versão chinesa seria exportada para os EUA.

Fio de esperança para o Fusion

Jim (CEO da Ford) sugeriu, ao Detroit News, que o Fusion poderia ficar maior no futuro, para agradar o gosto americano por grandes veículos e recuperar uma fatia do mercado. Será que ao invés de uma reestilização, o nome ganhará uma nova carroceria?

As especulações não param


VEÍCULOS RELACIONADOS

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário