Nissan Frontier

A espera da versão mexicana

Por AutoPapo03/04/16 às 15h43

Enquanto aguarda a chegada do novo modelo, completamente nova e importada, a Nissan persiste com a Frontier, que segue longe do pódio de vendas no segmento das picapes médias. A nova picape deve chegar ao mercado até o final deste ano, mas a tendência é que a Nissan mantenha o modelo produzido no Brasil como versão de entrada e voltada para o trabalho, deixando a ostentação das cidades a cargo do modelo importado do México.

(Nissan/Divulgação)

O modelo atual, produzido na fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, tem todas as versões equipadas com o motor 2.5L 16V, turbodiesel eletrônico, que rende 163cv de potência na versão 4×2 e 190cv na configuração 4.4. A transmissão varia de acordo com o a versão, podendo ser manual de seis marchas ou automática de cinco velocidades.

Desde sua chegada ao país, a Frontier já importou versões sofisticadas da Espanha e Tailândia, a despeito de ter começado a produção nacional em 2002. Com 5,2 metros de comprimento, 1,9 m de largura, 1,8 m de altura e 3,2 m de distância entre-eixos o ápice da picape se deu após a propaganda Pôneis Malditos. Alerta: Não clique no vídeo abaixo caso você não queira ficar com essa música agarrada na mente por vários dias.

A Frontier conta com uma câmera de ré integrada ao display do rádio, navegador GPS integrado e bancos de couro (com partes legítimas e sintéticas). A capacidade de subida de rampa é de 39º e a altura livre do solo é de 220 mm. Além disso, seu ângulo de entrada é de 32º e o de saída é de 24º. A caçamba mede 0,45 m de altura e tem comprimento de 1,51 m e largura de 1,45 m. Já a capacidade de carga é de até 1.030 quilos.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário