Volkswagen promete produção do conceito Vizzion para 2020

Sedã elétrico tem 302 cavalos, autonomia de 665 quilômetros e nível 5 de direção autônoma

Por AutoPapo07/03/18 às 16h59

Volkswagen apresentou, em Genebra, mais um modelo da família I.D., o conceito Vizzion. O sedã premium elétrico tem 302 cavalos de potência, autonomia de 665 km e design inovador. Mais do que mostrar o protótipo, a alemã, por meio do CEO Herbert Diess, afirmou que produzirá modelos da linha elétrica I.D. a partir de 2020.

O Vizzion tem condução totalmente automatizada – nível 5, o que significa que ele não tem volantes ou pedais na cabine. O conceito tem dois motores (dianteiro com 102 cv e traseiro com 204 cv), dois câmbios, tração integral, plataforma modular MEB e é controlado por voz e gestos. Para visualizar o painel de instrumentos, é preciso utilizar os óculos de realidade aumentada da Microsoft Hololens. Isso tudo só é possível em razão da inteligência artificial empregada no sedã autônomo.

Volkswagen apresenta conceito Vizzion no Salão de Genebra. Sedã elétrico tem direção completamente autônoma, 302 cavalos e autonomia de 665 quilômetros.
Foto: Divulgação | Volkswagen

DIMENSÕES O modelo tem cinco metros e 16 centímetros de comprimento, quase dois metros de largura (um metro e 94 centímetros), um metro e meio de altura e entre-eixos de três metros. Os números (semelhantes ao do VW Passat) garantem conforto aos usuários, que ainda contam com configurações específicas como escurecimento dos vidros, bloqueio de ruídos e escaneamento de saúde (Health Function Screening) para controlar a temperatura do ar-condicionado. A abertura das portas do conceito Vission é realizada por meio de biometria e reconhecimento facial.

Conceito Vizzion, futuro longínquo?

A Volkswagen acredita que os Níveis quatro e cinco de condução totalmente automatizada serão realidade em 2025.

Na galeria, mais imagens do elétrico autônomo de quatro lugares:

Saiba o que mais está sendo apresentado no Salão do Automóvel de Genebra:


VEÍCULOS RELACIONADOS

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário