11 dicas fundamentais para viagem

Por BORIS FELDMAN26/12/16 às 15h30

1 – Vamos começar com alguns itens muito importantes de se carregar no porta-malas, que ninguém se lembra. O primeiro é um frasco com um litro de óleo do motor. Quem disse que no posto da estrada vai ter exatamente aquele que você sempre usou?

2 – O segundo é uma lanterna de mão. Quem disse que o pneu vai furar durante o dia?

3 – O terceiro continua o tema do pneu furado: conhece um tubinho chamado “Reparador instantâneo de pneus” (ou outro nome comercial)? Ele vale muito mais que seu preço de R$ 40 ou R$ 50 pois é capaz de inflar minimamente o pneu, o necessário para rodar (devagar) até o posto. E ainda injeta um líquido viscoso que vai atrás do furo e o tampa. Genial, não?

4 – Leve no bolso uma chave reserva, pois hoje não dá para ir em qualquer “chaveco” da esquina e pedir para copiar ou refazer a chave de ignição. Com a eletrônica, ela tem hoje um chip interno que complica e encarece sua vida.

6 – Recomendação para calibrar os pneus é o que não falta. Mas muitos se esquecem da dica de só verificar a pressão com eles ainda frios, perto de casa, antes de chegar na estrada. E também de colocar umas duas ou três libras mais, pois o carro estará carregado e vai rodar em velocidades maiores.

7 – Carro pronto, carregado e abastecido. Antes de pegar o asfalto, você se lembrou de travar as portas? Se não o fez, fez bem! Só se travam as portas no trânsito urbano, mas nunca na estrada pois, travadas, vão complicar o resgate do motorista e passageiros no caso de o carro se envolver num acidente.

8 – Seu carro é flex mas você só usa o etanol? Então, no caso de pegar a estrada com ele, dê preferência à gasolina que tem consumo menor (cerca de 30%) e permitir você parar menos vezes para abastecer. Outra vantagem: cada vez que você deixa de encher o tanque num posto desconhecido na estrada, uma chance menos de você ser ludibriado com combustível adulterado.

9 – Sabe qual é o truque para atravessar de dia um túnel de estrada não iluminado? Algumas centenas de metros antes de atingi-lo, feche um dos olhos. Quando entrar nele, feche o que estava aberto, abra o que estava fechado. Pois a vista se acostuma com mais facilidade e rapidez a um ambiente pouco iluminado quando se abre o olho.

10 – E numa passagem de nível, quando o asfalto é interrompido pelos trilhos do trem? A dica é jamais deixar para cambiar neste local, pois se o motor tiver qualquer problema de regulagem, é exatamente sobre os trilhos (com o trem chegando…) que ele resolve apagar e te desesperar!

11 – Você conhece bem seu carro pois o dirige diariamente. Mas pode ter uma surpresa na estrada, onde ele estará carregado até a boca no porta-malas e com mais quatro passageiros. Poucos motoristas se lembram de que o carro terá cerca de 500 kg adicionais que sobrecarregam freios, suspensão e motor. Ele vai demorar mais para parar, não terá a mesma estabilidade e seu consumo de combustível será consideravelmente maior.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário