Óleo do cárter: cuidado com os espertinhos na hora de checar o nível

Você para no posto e o frentista afirma que o nível do óleo do cárter está baixo. Posso confiar de olhos fechados nesta análise?

Por Boris Feldman07/06/19 às 06h15

Mais uma da série: picaretagens. Você para no posto para abastecer e o frentista se oferece gentilmente para checar os níveis dos líquidos. Mas, quando chega na vareta do óleo do cárter ele puxa, limpa, volta para dentro do motor, tira de novo e vem te mostrar: “olha aqui doutor seu motor consumiu tanto óleo que já nem aparece mais nada na vareta. Está mais do que na hora de substituí-lo.”

Mas, não caia nessa! Primeiro, se o óleo está baixo não há que substituí- lo, e sim, completá-lo. Segundo, se você verificar regularmente o nível do óleo é impossível ele baixar tão rapidamente a ponto de sumir da vareta.

Quer uma dica?  Leve o carro em outro posto ou verifique você mesmo esse nível, porque provavelmente o frentista colocou o dedo na vareta para impedi-lo de chegar até o fundo e não mostrar o nível real.

óleo
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário