SUV’s: Altos e com menor estabilidade

Por BORIS FELDMAN23/05/18 às 21h30

Os SUV’s têm um fã clube que vem crescendo a cada ano no mundo todo. Mas, o que alguns proprietários desses automóveis não sabem é que em algumas situações é preciso dobrar a atenção ao volante desse off-road de mentira.

[TRANSCRIÇÃO]

Nós estamos vivendo uma onda no mundo, principalmente no Brasil, desses utilitários esportivos, os SUV’s.  Aqueles automóveis com uma cara de jipinho, às vezes com aquela famigerada roda sobressalente dependurada lá atrás, às vezes só mais altinho e com uma falsa proposta de fora-de-estrada, porque não tem nenhuma aptidão para enfrentar o off-road, a estrada de terra. E, entre os pontos negativos do utilitário esportivo, vale a pena destacar que eles são mais altos e têm, portanto, o centro de gravidade mais elevado em relação aos automóveis normais.

O que é ruim, porque quanto mais alto, menor a sua estabilidade. Existe o contra argumento de que essa altura maior é compensada pelos sistemas eletrônicos que controlam a estabilidade e a frenagem do carro. Entretanto, nenhum equipamento do mundo é capaz de contrariar as leis da física. E, tanto isso é verdade que na primeira geração do EcoSport a Ford, preocupada com a falta de estabilidade, chegou a fixar um aviso atrás do para-sol, um decalque, alertando dos perigos de se dirigir esse automóvel em elevadas velocidades, pois colocaria em risco a integridade de seus ocupantes.

Os SUV's

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Valeria G 25 de maio de 2018

    GostarIa de ouvir alguma noticia sobre o que vai acontecer com o Ecosport que teve o câmbio Powershift substituído e continua com problema quando acabar os cinco anos de garantia estendida . Qual é a posição da Ford , alguém já ouviu falar em respeito ao cliente?

  • HELDER SOUZA DOS SANTOS 24 de maio de 2018

    Acabou a matéria?

Deixe um comentário