Pneus frisados, remoldados ou de segunda linha?

Entenda como cada uma dessas opções funciona e quais delas são realmente seguras

Por BORIS FELDMAN27/03/18 às 19h48

Entenda a diferença entre os pneus frisados, remoldados ou de segunda linha. Boris explica qual a opção mais segura e quais são os golpes mais comuns na troca dos seus pneus.

[TRANSCRIÇÃO]

Chegou a hora de trocar os pneus, você vai na loja de uma marca conhecida, compra o jogo de primeira linha ou até o de segunda linha de um fabricante tradicional, sem problema de qualidade.

Porém, existem umas outras opções que podem apresentar risco de segurança, uma delas é comprar pneu de procedência duvidosa. Tem uns asiáticos por aí que custam pouco e duram menos ainda.

Além disso, tem os remoldados que podem ou não trazer problemas. Fabricados sobre carcaças idênticas, tudo bem, mas não tem jeito de saber, pois o INMETRO não exigiu que as fábricas coloquem, na lateral do pneu, as características da carcaça.

Finalmente a picaretagem de algumas borracharias que fazem o chamado pneu frisado: elas simplesmente aprofundam um sulco do pneu careca com um ferro aquecido. Pode uma coisa dessa?

Boris explica o que diferencia os pneus frisados, remoldados ou de segunda linha. Qual a opção mais segura e quem apresenta melhor custo benefício.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário