Recall: BMW chama 1 milhão de carros por risco de incêndio

BMW do Brasil afirma que, por enquanto, nenhum veículo no Brasil está envolvido

Por AutoPapo07/11/17 às 07h20

A BMW anunciou o recall de aproximadamente 1 milhão de veículos por risco de incêndio. Duas campanhas diferentes buscam reparar defeitos que podem causar fogo nas unidades envolvidas, a maioria nos Estados Unidos. Incidentes relacionados aos problemas são reportados desde 2007, e campanhas podem se expandir para outros países.

Logo BMW recall por risco de incêndio

Um dos recalls envolve 670 mil unidades do Série 3, fabricadas entre 2006 e 2011, e em circulação nos Estados Unidos. Os veículos apresentam problemas na fiação dos sistemas do aquecedor e ar condicionado, que pode se superaquecer e entrar em combustão. De acordo com uma reportagem do New York Times, a BMW tem conhecimento de três incidentes com feridos que podem ter relação com o problema.

A segunda campanha atinge em torno de 740 mil unidades dos modelos Série 3, Série 5, 128i, X3, X5 e Z4 fabricadas entre 2007 e 2011, segundo a agência Reuters. Neste caso, o problema se apresenta em uma válvula de aquecimento que pode se enferrujar, apresentando, assim, risco de incêndio.

Algumas unidades são citadas em ambas as convocações, totalizando aproximadamente 1 milhão de veículos afetados, sendo 15 mil no Canadá e o restante dos Estados Unidos.

Segundo reportou a Reuters, a BMW ainda não determinou o alcance total das campanhas. “Nós estamos examinando se será necessário ampliar (o recall) para outros países no futuro”, declarou o porta-voz da fabricante, Michael Rebstock, para a agência de notícias.

A BMW do Brasil afirma que, até o momento, nenhum veículo do país está incluído nos recalls em questão.

Segundo reportagem do New York Times, investigações apontam mais de 40 ocorrências de modelos BMW entrando em combustão espontânea nos últimos cinco anos. Alguns dos veículos estavam estacionados há dias. Segundo as informações, 12 dos veículos implicados nos incidentes constam em uma ou ambas as campanhas de recall.

A NHTSA afirmou, de acordo com o jornal, que há múltiplos relatos de ocorrências com danos em diversos modelos da BMW devido a superaquecimento e fogo. Eles começaram em 2007 e são o que levam, agora, às duas campanhas de recall.

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário