Citroën C4 Cactus para PCD perde equipamentos mas mantém preço

Versão do utilitário direcionada para Pessoas com Deficiência mudou, perdendo equipamentos mas mantendo o preço

Por AutoPapo06/12/18 às 18h09

A configuração do Citroën C4 Cactus para PcD sofreu alterações e, agora, está menos recheada. Antes, ela era baseada na versão Feel, com câmbio automático e um grande número de equipamentos. Agora, passou a ser baseada na Live, de entrada, com câmbio automático.

Versão do Citroën C4 Cactus para PcD (Pessoas com Deficiência) mudou, perdendo equipamentos mas mantendo o preço de R$ 55 mil.

Apesar da economia com equipamentos, a opção é oferecida pelo mesmo preço, de R$ R$ 55.228 após isenção de impostos.

Entre os recursos antes oferecidos pelo C4 Cactus para PcD estavam controle eletrônico de estabilidade, rodas de liga leve de 17 polegadas, faróis de neblina, ar-condicionado digital, monitoramento eletrônico da pressão dos pneus, e travas, vidros e retrovisores elétricos.

Agora, ela perdeu o alarme, ar-condicionado digital, controle de cruzeiro, faróis de neblina e uma central multimídia completa.

Entre os equipamentos que permanecem no Citroën C4 Cactus para PcD estão direção elétrica, ar-condicionado tradicional, controle de estabilidade com assistente de partida em rampa, luzes de rodagem diurna em LED, rodas de 16 polegadas, volante com regulagem de altura e profundidade e Isofix nos assentos traseiros.

Em nota, a marca declarou que o objetivo da mudança é aumentar o nível de produção para atender à demanda:

“A Citroën do Brasil informa que a marca oferece, desde o dia 9 de novembro, uma nova versão para o atendimento deste segmento: a Live PCD. Ela substitui a versão anterior, Feel, com a vantagem de permitir volumes maiores de produção e consequente diminuição nos prazos de atendimento, comprometidos com os recentes aumentos nos volumes deste segmento no Brasil”.

O C4 Cactus foi lançado em agosto e representou uma volta da Citroën a carros com design ousado e marcante. Ele foi desenvolvido e é fabricado no Brasil. Desde que chegou às lojas, o SUV emplacou 2.201 unidades, 1.150 das quais apenas em novembro. Com isso, ele ficou na 12ª posição de vendas no mês para a categoria dos utilitários.

3 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Antonio Carlos dos Santos 14 de dezembro de 2018

    Lamentável…. Estava super interessado nesse carro…..Lamentável mesmo…..
    O negócio é partir pra outro modelo de outra marca!

  • Antonio Carlos 14 de dezembro de 2018

    Lamentável…. Estava super interessado nesse carro…..Lamentável mesmo…..
    O negócio é partir pra outro modelo de outra marca!

  • Gustavvo 6 de dezembro de 2018

    Quem compra isso?

Deixe um comentário