Carros automáticos serão maioria no Brasil pela primeira vez

Estudo sobre o mercado mostra que, em 2019, o câmbio automático será mais comum que o manual, enquanto categoria dos SUVs continua a crescer

Por AutoPapo04/02/19 às 17h10

Um estudo da Bright Consulting sobre o mercado automotivo brasileiro concluiu que, pela primeira vez na história do país, os carros automáticos serão maioria. Também foram levantados dados que esclarecem o impacto da crise do setor. A análise, intitulada Automotive Brazil 2030, será divulgada para clientes este mês.

Estudo sobre o mercado automotivo mostra que, em 2019, os carros automáticos serão mais comuns que os manuais nas ruas brasileiras.

De acordo com a pesquisa, em 2018, 49% dos automóveis vendidos no Brasil possuíam câmbio automático. Assim, o estudo conclui que em 2019 será alcançado, pela primeira vez, um número de carros automáticos maior que o daqueles com câmbio manual.

A tecnologia foi foco de aversão por parte dos brasileiros por muitos anos devido ao custo elevado e falta de assistência especializada. Os veículos do tipo, devido à tecnologia da época, também costumavam consumir mais combustível, fatores que não existem mais. Agora, os carros automáticos conquistaram o país. De acordo com o levantamento da Bright Consulting, suas vendas crescerão rapidamente na próxima década.

Para o futuro, o estudo enxerga um cenário similar ao do ar-condicionado, equipamento que esteve presente em 98% dos veículos nacionais emplacados em 2018. Paulo Cardamone, CEO da Bright, observa que a tendência dos carros automáticos vai avançar mais rápido que a dos carros híbridos e elétricos.

“Com as novas regras do Rota 2030, esses equipamentos de ponta entrarão em linha num ritmo mais acelerado do que, por exemplo, os propulsores híbridos e elétricos, previstos pelo estudo para equipar menos de 5% dos carros novos em 2025”, coloca ele.

Até 2025, os SUVs serão 30% dos carros nas ruas brasileiras, aponta estudo sobre o mercado.
Até 2025, os SUVs serão 30% dos carros nas ruas brasileiras.

Outra categoria que vai continuar crescendo é a dos utilitários esportivos. De acordo com o levantamento, os SUVs passarão dos atuais 20% para 30% dos veículos nas ruas brasileiras até 2025.

Quanto à crise do setor automotivo, que se iniciou em 2013, o estudo considerou que a recessão foi equivalente a 13 anos. Assim, o país só retornará ao nível de 2012 em 2025.

A Bright Consulting é uma empresa de consultoria e análise mercadológica e, desde 2017, presta serviços ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. De acordo com o site oficial da companhia, ela desenvolveu estudos que foram utilizados na criação do programa Rota 2030.

5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Antonio Donizeti Martins 4 de fevereiro de 2019

    Para quê pisar na embreagem ? Para Quê mudar de marcha ? A máquina o fará por nós. Oh máquina! rogai por nós.

    • Marcio 5 de fevereiro de 2019

      Tudo é uma questão de gosto.ou ganhar uma trombose na perna esquerda..kkk

  • Marcio 5 de fevereiro de 2019

    Alguns fabricantes, dependendo do modelo não dão opção de câmbio manual, forçando a compra de câmbio automático.

  • Jefferson Borges 5 de fevereiro de 2019

    Para nós, taxistas é excelente, apesar do preço salgado.

  • Rubens Rapelotti 6 de fevereiro de 2019

    Sugiro ao jornalista ajustar texto e título, que induzem o leitor a acreditar que os veículos de câmbio automático agora SÃO a maioria no país, enquanto que na verdade a pesquisa informa que AS VENDAS DE 2019 PROVAVELMENTE SERÃO MAIORES de veículos com câmbio automático do que câmbio manual. Enfim, e certamente, o número de veículos total da frota com câmbio manual no país é e será por um bom número de anos, maior do que com câmbio automático. Como não é um hábito nacional a leitura mais longa, muitos sairão afirmando que agora no Brasil tem mais carro automático do que manual.
    Quem leu apenas a manchete ou o trecho “um estudo da Bright Consulting sobre o mercado automotivo brasileiro concluiu que, pela primeira vez na história do país, os carros automáticos serão maioria.” formará uma visão errada.
    Parabéns pelo site.

Deixe um comentário