Casamento real: só carros ingleses têm vez

Príncipe Harry escolheu um clássico E-Type 1968 elétrico modificado pela própria Jaguar para levar Meghan Markle à sua festa de casamento; irmão mais velho já havia usado um Aston Martin movido a bioetanol

Por AutoPapo21/05/18 às 13h32

Em tempos modernos, a realeza inglesa anda de carruagem elétrica. Os recém-casados príncipe Harry e Meghan Markle, agora, Duque e Duquesa de Sussex, foram para a festa pós-cerimônia em um Jaguar E-Type 1968 totalmente elétrico, modificado pela própria fabricante e apresentado no fim do ano passado.

Jaguar elétrico foi utilizado pelo principe
Foto Reprodução | Instagram

Batizado de Concept Zero, o modelo foi baseado em um E-Type Série 1.5 e transformado no Jaguar Land Rover Classic Works, em Coventry, no Reino Unido. O motor elétrico foi posicionado exatamente onde estava o original a combustão de seis cilindros. Já a caixa de redução está no lugar onde estava a transmissão manual de quatro marchas. Houve também a adoção de faróis de LED e novos instrumentos no painel.

O novo conjunto elétrico tem 220 kW de potência (aproximadamente 300 cv). Ele acelera de 0 a 100 km/h em apenas 5,5 segundos, cerca de 1 segundo mais rápido que o original. A velocidade máxima está limitada em 160 km/h (que é atingida em apenas 10 segundos). A autonomia é de 270 km. Todo o resto da mecânica, inclusive a distribuição de peso, foi mantida inalterada.

A Jaguar ainda informa que é possível fazer essa transformação em todos os modelos equipados com esse motor de seis cilindrosfieots entre 1949 e 1992, incluindo, além do E-type, o XK120, o Mk2 o XJ6.

Observadores mais atentos notaram que o volante do E-Type elétrico estava do lado esquerdo, sendo que o padrão na Inglaterra é na direita. Isso, possivelmente, indica que ele foi inicialmente vendido para o mercado norte-americano ou para a chamada Europa continental. Já a placa era formada pela data do casamento.

Antes do Jaguar, a Duquesa de Sussex foi levada à cerimônia no Castelo de Windsor em um Rolls-Royce Phantom IV 1950 – este sim movido a moda antiga, com motor a combustão.

“O carro mais bonito que eu já vi na minha vida!”

O Jaguar E-Type foi lançado em 1961 no Salão de Genebra. Na ocasião, o Commendatore Enzo Ferrari, fundador da icônica marca italiana, falou pessoalmente Sir William Lyons, então dono da Jaguar:

“Meus parabéns! Esse é o carro mais bonito que eu já vi na minha vida!”.

Veja o vídeo!

Aston Martin DB6 real é movido a etanol

Em 2011, o irmão do Príncipe Harry, William, saiu do seu casamento com Kate Middleton em um Aston Martin DB6 MKII que pertence ao pai deles, o Príncipe Charles. Ele também é modificado, mas, neste caso, não abandonou o motor a combustão, apenas foi “convertido” para funcionar com bioetanol destilado a partir excedente de produção de vinho.

O Aston Martin DB6 foi um presente da Rainha Elizabeth II ao Príncipe Charles pelo seu 21º aniversário.

Foto Reprodução | YouTube

Quer conhecer mais detalhes do DB6? O Boris apresenta outro de seus clássicos:

Fotos Jaguar | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário