Fiat Mobi x Volkswagen up!

Duelo entre estes hatches é pelo melhor peso-pena, considerando custo-benefício, consumo, potência, conforto e mais

Por Sérgio Melo15/02/17 às 15h21

O combate coloca frente a frente dois modelos que pesam menos de uma tonelada. De um lado, o Volkswagen up! Run, com comprimento de 3,60m e pesando 910kg. Do outro, o Fiat Mobi Like On, quatro centímetros menor e 23kg mais pesado.

Confira também nossa avaliação em vídeo:

Ambos são versões intermediárias de seus modelos. Apesar da roupinha esportiva o up! Run tem exatamente a mesma mecânica que os demais irmãos com motor 1.0 da família. As maiores diferenças estão nas rodas em liga cor grafite, faixas laterais, faróis e lanternas escurecidos. Por dentro, teto preto e assentos com forração decorada com faixas. No Mobi, o maior destaque está nas linhas vincadas com ângulos marcantes da carroceria, que conferem ar mais robusto ao modelo. Um contraste com a suavidade do up!.

Por dentro, vantagem é do up!. Embora o Mobi seja apenas quatro centímetros menor, no entre-eixos, ou seja, no espaço destinado aos ocupantes, o compacto da Fiat é 12cm mais curto, o que resulta em muito menos espaço para os joelhos de quem vai atrás. No carrinho da VW os ocupantes traseiros conseguem ir com as pernas fechadas, permitindo melhor acomodação para dois adultos e, no máximo, uma criança. Já no Mobi, com as pernas abertas nem somente dois adultos se acomodam. O up! também é maior no porta-malas: 285 litros ante 215 litros do Mobi.

Fiat Mobi x Volkswagen up!
(AutoPapo)

A pobreza do acabamento é equivalente em ambos. Nada de acolchoados ou materiais agradáveis ao toque. É tudo plástico duro. Os arremates do up! são ligeiramente mais bem acabados. Destaque para o painel pintado e partes do interior das portas na cor da lataria do veículo como no velho Fusca. Porém, o design interno do Mobi é mais moderno.

Fiat Mobi x Volkswagen up!
Detalhes em vermelho na lataria do up! remetem ao estilo do velho Fusca. No Mobi, as linhas são mais modernas (Foto: AutoPapo)

A posição de dirigir de ambos agrada, sendo que o up! passa a impressão de ser mais alto. Ao volante, o Up! com seu motor de três cilindros vibra bem mais em baixas rotações. Nas arrancadas, como são menos picos sonoros em cada giro do motor, ao tirar o pé da embreagem tem-se impressão de que a rotação é menor, mas ele parte numa boa e logo o motorista se acostuma com essa característica dos três cilindros.

Já a versão testada do Mobi é equipada com o motor de quatro cilindros e é mais suave, porém, o desempenho é sensivelmente inferior. Vale destacar que a Fiat demorou, mas lançou uma versão do Mobi, a Drive, com motor três cilindros. Ambos veículos testados atendem ao uso comportado familiar na cidade ou estrada, mas o Up! é mais esperto. Porém não sobra nada. É na conta do chá.

No consumo a diferença é grande. Embora o Mobi seja pouco menor que o up! Os dois são classificados em categorias diferentes. O up! como sub-compacto brigando com Uno e Palio, enquanto o Mobi ficou como micro-compacto junto ao Fiat 500 e Picanto. Resultado: O modelo da VW ficou com nota “A” em sua categoria e o Fiat também, mas se estivessem juntos nos sub-compactos o Mobi ficaria, no máximo, com “B”, quando considerado o motor com quatro cilindros.

Na transmissão nova vantagem do up!. Como tradição dessa fabricante, além de precisos os engates são muito suaves, dá para trocar as marchas até com o mindinho. Não que o câmbio do Mobi seja ruim. Só não é tão agradável. Porém, o maior conforto ao rodar está no Mobi, a suspensão mais macia absorve melhor as imperfeições do piso. Em conseqüência, nas curvas o Up! é um pouquinho mais firme, mas ambos oferecem boa estabilidade, sem maiores sensações de insegurança ou inclinações.

O recheio de ambos é tímido, com ligeira vantagem para o Mobi. Os dois são equipados com direção assistida (up! elétrica, Mobi hidráulica), apenas dois cintos com três pontos no assento traseiro (o up! tem 3 encostos de cabeça o Mobi só 2), ar condicionado, computador de bordo e rodas em liga. O Fiat tem a mais sistema de som com viva voz bluetooth e sensores de estacionamento traseiros.

Nenhum dos modelos testados tem controles eletrônicos de estabilidade ou tração, air bags complementares e muito menos frenagem autônoma entre outras tecnologias mais modernas. O up! foi submetido a crash test da LatinNCAP e levou nota máxima de cinco estrelas na proteção de adultos. O Mobi ainda não foi submetido, de forma que ainda não é possível afirmar sobre a segurança em colisões.

Fiat Mobi x Volkswagen up!
A vantagem do up! no quesito porta-malas é muito grande: 285 litros do modelo da VW ante 215 do modelo da Fiat (Foto: AutoPapo)

O QUE É?

Ambos são subcompactos. O Fiat se encaixa como hatchback e o VW, pela linha praticamente contínua entre a ponta do capô dianteiro e o inicio do teto é um mini monovolume.

ONDE É FEITO?

up! Brasil, Taubaté — SP

Mobi Brasil, Betim — MG

QUANTO CUSTA?

up! Run — R$ 48.835

Mobi Like On — R$ 45.077

COMO ANDA?

O up! tem motor 1.0 com 3 cilindros, 82 cv, torque 10,4 kgf.m. Já o Mobi motor 1.0 com 4 cilindros, 75 cv e torque de 9,9 kfg.m. O up! tem velocidade máxima 165 km/h e aceleração 0 a 100 km/h em 12,4 segundos. O Mobi máxima 154 km/h e aceleração em 13,8 segundos.

COM QUEM CONCORRE?

Embora significativas diferenças os principais concorrentes são Renault Clio, Chery QQ e Nissan March.

COMO BEBE?

Segundo o Programa de Etiquetagem de Consumo do INMETRO, os números em km/l Up!/Mobi são: 1) Com etanol: cidade 9,6/8,4, estrada 9,2/10,6. 2) Com gasolina: cidade 11,9/14,2, estrada 13,3/15,3. Em nossos testes, devido às condições particulares de utilização, obtivemos números um pouquinho piores, mas com a mesma vantagem para o VW.

Fiat Mobi x Volkswagen up!
(AutoPapo)

Pontos positivos

up!: Espaço interno / Economia / Tecnologia

Mobi: Suavidade / Suspensão / Estilo

Pontos Negativos

up!: Vibração / Estilo / Design interno

Mobi: Espaço interno / Consumo / Tecnologia /

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário