Euro NCAP investiga carros enviados para testes de impacto

De acordo com a instituição, alguns componentes dos veículos testados tinham escrito "apenas para testes de colisão" em caneta

Por AutoPapo10/10/18 às 15h02

O Euro Ncap e a empresa de segurança Thatcham Research descobriram, durante avaliações de segurança, que alguns airbags e pontos ISOFIX dos carros submetidos a testes de impacto continham a mensagem “apenas para testes de colisão”. Preocupado com as marcações suspeitas, o Euro Ncap investiga as fabricantes envolvidas.

O chefe de pesquisa da Thatcham Research, Matthew Avery, disse à Auto Express: “Encontramos componentes em veículos marcados apenas como ‘Euro Ncap, somente para testes de colisão'”. O Euro Ncap também confirmou que se deparou com componentes – airbags, espumas de assentos, entre outros – com a rotulagem incomum.

Depois dos crash-tests, as duas instituições realizam auditorias de desmontagem, inspecionando componentes individuais. Foi durante uma dessas ações que foram encontradas as marcações. Agora, o Euro Ncap investiga a razão pela qual essas mensagens existem.

Euro Ncap investiga fabricantes. Instituição encontrou a frase "apenas para testes de colisão" em componentes de segurança de carros submetidos a testes.

O Euro Ncap investiga as fabricantes e pede explicações, mas não divulga quais foram as marcas que entregaram carros com os rótulos. “As fabricantes não estão carimbando, os rótulos estão escritos à caneta, são marcados grosseiramente. O alarme toca quando vemos isso”, acrescentou Avery.

A investigação pode envolver visitas às fábricas de automóveis ou fornecedores de peças e novos testes nos veículos envolvidos. 

Enquanto o Euro Ncap investiga, explicações são dadas pelas marcas. A seguir uma das justificativas enviadas: “Nosso lote de carros é pedido internamente pelos departamentos de segurança e eles usam ‘Euro Ncap’ como referência, pois os prazos são apertados. Em alguns casos, essa referência é escrita em partes, a fim de garantir que a produção não seja atrasada (e vá para os testes de impacto)”.

O executivo da Sociedade de Fabricantes de Motores (SMMT), Mike Hawes, se pronunciou sobre a investigação: “A SMMT refuta as sugestões do Euro Ncap. Não há evidência de qualquer negligência em testes de segurança e sugere falha no entendimento do processo de fabricação e certificação”.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Juarez 10 de outubro de 2018

    Infelizmente não fiquei surpreso. Se é assim no velho mundo imagine aqui. Evidente que a lupa vai para montadoras que patrocinam (preparam) os testes. Aguardemos as investigações antes de pregar uma pecha em montadora a ou B. De qualquer forma é gravíssimo.

Deixe um comentário