Os quebra-molas já deveriam ter sido eliminados há muito tempo

Colocadas em locais perigosos, sem respeitarem as especificações do Contran, as lombadas deveriam ser abolidas das nossas ruas e estradas

Por Boris Feldman 10/05/19 às 19h30

Quebra-molas ou “quebra-carros”? É cada lombada em local errado, fora das especificações corretas  e o pior: a conta fica para os motoristas.

[TRANSCRIÇÃO]

Um dos maiores absurdos nas nossas ruas e rodovias são essas lombadas. Aliás, outro dia o presidente Bolsonaro protestou contra as lombadas eletrônicas. Tudo bem, a maioria delas está aí pra fatura, é a famosa indústria da multa.

Mas além das lombadas eletrônicas, ele devia prestar atenção também nessas lombadas que a gente chama de quebra- molas que o pessoal coloca de qualquer jeito no asfalto, sem o menor respeito à regulamentação que existe do Contran para elas.

Elas têm uma altura máxima, têm uma largura mínima pra não ser um “quebra-carro” em vez de ser um quebra- mola.  E mais, elas são colocadas em locais proibidos, onde passa ônibus, por exemplo.

Além disso, não se coloca uma sinalização há tantos metros antes, e logo ao lado do quebra-molas. E também, eles não são pintados em amarelo ou preto e amarelo como exige a regulamentação. Na verdade, lombada não deveria ter de jeito nenhum. Por quê?

Faça a conta: cada motorista que freia e acelere, passa marcha quando chega nessa lombada está aumentando o consumo, aumentando emissões.

Ou seja, lombada do tipo quebra-mola já deveria ter sido eliminada há muito tempo.

lombada
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (6 votos, média: 4,83 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
SOBRE
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    João Luiz Soares 13 de maio de 2019

    E o que dizer da minha cidade, Votorantim-SP. Que além de ter lombadas fora do padrão, tem até lombada em semáforo.

  • Avatar
    Cicero Wagner cordeiro da paixão 11 de maio de 2019

    Concordo plenamente com essa reportagem sou motorista carreteiro e seu bem o que é isso. Gostaria muito que essa situação dos quebra-molas fosse revisto pelo CONTRAN

Avatar
Deixe um comentário