Mini elétrico é revelado e especificações desapontam críticos

Especialistas comentaram desatualização do modelo, que une carroceria de 2014 a tecnologias do i3 com autonomia menor que a de concorrentes

Por AutoPapo10/07/19 às 20h30

A BMW apresentou, nesta semana, o primeiro Mini elétrico de produção em série. Inicialmente disponível apenas na Europa em pré-venda, a fabricação começa no final do ano, com entregas previstas para o início de 2020. Com os detalhes técnicos revelados, críticos apontam para desvantagens do modelo em relação a concorrentes.

mini eletrico cooper se 7

O compacto, batizado de Mini Cooper SE, tem proposta de ser um carro elétrico acessível com o já conhecido design que caracteriza a marca. Quando chegar aos Estados Unidos, seu preço será de cerca de US$ 35.000 (R$ 131.410). É menos que o valor atual de um Tesla Model 3, modelo popular de Elon Musk, ofertado por US$ 39.900 (R$ 149.800) no site da marca.

O Mini elétrico tem um motor de 186 cavalos de potência e 27 kgfm de torque. Com isso, ele demora 7,3 segundos para alcanças 100 km/h, o que alguns críticos consideram insuficiente.

mini eletrico cooper se 4

Como destacou o The Verge, para chegar aos 100 km/h, ele demora mais que um Chevrolet Bolt, opção de elétrico acessível dois anos mais velha.

Por outro lado, a velocidade máxima do novo Mini é mais alta que a de muitos concorrentes. Ele pode chegar a 150 km/h, o mesmo que um i3 na geração vendida no Brasil.

E não é à toa, já que o motor do Mini elétrico é o mesmo que o do modelo da BMW, de acordo com o Automotive News. A companhia comanda ambas as marcas.

Autonomia do Mini elétrico é questionada por críticos

Já a bateria tem capacidade para 32,6 kWh, menos potente que a de 42,2 kWh do irmão alemão. A maioria dos modelos elétricos mais acessíveis têm uma bateria de, no mínimo, 40 kWh. Isso também deixa a novidade em desvantagem, e contribui para a diminuição de sua autonomia.

mini eletrico cooper se 8

O Mini elétrico consegue rodar, no máximo, 183 quilômetros com uma carga, estimados em ciclo EPA.

O problema, de acordo com críticos do compacto, é que a tecnologia é antiga, e não foi capaz de acompanhar a evolução do setor. Segundo o The Verge, a distância que o Mini elétrico pode andar após uma carga é apenas 74 quilômetros maior que a de um protótipo do modelo testado há uma década.

A autonomia também nunca foi destaque no BMW i3. Apenas recentemente chegou ao Brasil uma configuração equipada com bateria de 42,2 kWh que consegue rodar 335 quilômetros entre recargas. Anteriormente, o carro elétrico contava com bateria de 33 kWh e autonomia de apenas 180 quilômetros.

mini eletrico cooper se 9

O Mini elétrico, que tem proposta de ser mais acessível que o i3, tem autonomia um pouco mais alta. Ainda assim, está abaixo de concorrentes na categoria dos carros elétricos mais acessíveis. Comparando com modelos vendidos no Brasil, o mais barato, Renault Zoe, tem autonomia de 300 quilômetros.

É quase o dobro do novo modelo da Mini. Como destacou o Automotive News, a baixa autonomia pode ser um grande empecilho nas vendas do modelo.

Tempo de recarga pode compensar baixa autonomia

Por outro lado, o tempo de recarga do compacto é menor que o dos concorrentes, o que pode ajudar a compensar a desvantagem. Para alcançar 80% da carga, ele precisa de apenas 35 minutos em uma tomada de 50 kW.

mini eletrico cooper se 2

O Renault Zoe, por exemplo precisa de uma hora para alcançar 80%.

Quanto ao design, o Mini elétrico tem o conhecido estilo da marca, com linhas bastante características que unem o clássico ao esportivo. Entre os diferenciais, estão a ausência de grade dianteira, os cores dos acabamentos, e o design das rodas.

Galeria de fotos do Mini elétrico

Fotos Mini | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário